O PBL na prática: quando um problema vira solução de aprendizagem em sala de aula

Colocar o aluno como protagonista do seu próprio aprendizado é a proposta inovadora do PBL, que em inglês significa Problem based learning ou Project based learning, ou seja, aprendizagem baseada em problemas ou projetos. Esse método desenvolve a habilidade de trabalhar em grupo ao mesmo tempo em que estimula o estudo individual, conforme o interesse e o ritmo de cada estudante.

Em síntese, o aluno deixa de ser um mero receptor passivo e se converte no agente direto no aprendizado ativo. Os professores atuam como mediadores nos grupos de até cinco alunos. Atento a essa visão transformadora na educação, o curso de Administração do Centro Universitário Internacional Uninter reformulou toda a sua grade para atender aos novos desafios educacionais.

No curso de Administração, em todas as unidades temáticas de aprendizagem (UTAs) os alunos se debruçam sobre um tema e colocam em prática o conhecimento adquirido de forma gradual nas disciplinas que se completam como um todo com o PBL. O resultado desse método pode ser observado na semana de 21 a 25 de novembro de 2016, quando os alunos apresentaram seus projetos de PBL.

Este foi o sexto ciclo de aprendizagem em que o curso trabalhou com o PBL. Para alguns alunos foi a primeira experiência, enquanto outros estão inseridos no modelo desde o começo. Para a coordenadora do curso de Administração, Vanessa Rolon, a apresentação do PBL foi um sinal de que a instituição está caminhando na direção certa, pois os alunos desenvolvem suas competências, capacidades e apresentam seus projetos com argumentos pertinentes, como se tivessem apresentando uma proposta para alguma empresa.

Segundo o diretor da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios da Uninter, Elton Schneider, esse novo método de ensino é um dos mais modernos no mundo, e a instituição mais uma vez se apresenta na vanguarda ao formar gestores nesse modelo que traz o aluno como ator principal da aprendizagem.

Edição: Mauri König

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Arquivos