Seminário aborda os caminhos da iniciação científica e da iniciação à docência

Luiz Henrique Torrens – Estagiário de Jornalismo

O ingresso em uma universidade é um passo decisivo para o futuro profissional. Tudo é mais aprofundado e complexo. Os indivíduos passam a ter acesso a conhecimentos no meio acadêmico que o impulsionarão para o mercado de trabalho, a depender do esforço de cada um. A pesquisa proporciona o aperfeiçoamento na formação, aprofundando esses conhecimentos. Cabe a uma universidade fomentar a prática criativa de modo a despertar uma visão mais crítica da realidade.

Com esse intuito, o Centro Universitário Internacional UNINTER promoveu no dia 19 de novembro um seminário direcionado aos projetos de pesquisa que estão sendo desenvolvidos pelos alunos da instituição. Eles tiveram a oportunidade de apresentar os seus trabalhos durante o evento destinado ao Programa de Iniciação Científica (PIC) e ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid).

O Pibid busca elevar a qualidade da formação inicial dos professores em cursos de licenciaturas, trabalha com a inserção de licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública e oferece bolsas para qualificar essa formação. Regido conforme as regras do CNPq, o PIC serve como incentivo para o aluno se inserir em pesquisas científicas em todas as áreas de conhecimento.

O evento iniciou com uma abordagem a respeito dos caminhos da iniciação científica e à docência. Em seguida, alunos e professores puderam expor pôsteres com explanações a respeito de suas pesquisas. Os alunos dispuseram os materiais ao longo do corredor principal do sétimo andar do campus Garcez, em Curitiba (PR), e passaram o dia expondo e explicando os motivos, os objetivos e resultados de cada pesquisa. Todos os cursos da instituição tiveram representantes no dia.

“O maior objetivo é mostrar para a comunidade acadêmica da UNINTER as pesquisas que estão sendo fomentadas dentro da instituição”, diz a coordenadora do setor de pesquisa da UNINTER, Desiré Dominschek. “Os eventos científicos são primordiais para os alunos, pois os professores, mestres e doutores já estão inseridos na pesquisa. Isso faz com que eles enxerguem o andamento da pesquisa acadêmica e o seu desenvolvimento. Fortalecem também as relações acadêmicas nos grupos. Nesse momento de formação, participar qualifica sua formação”, conclui.

 

Edição: Mauri König

 

Embed HTML not available.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *