Projeto de manufatura reversa de óleo usado é finalista do prêmio Top Inovação Uninter

O projeto de Manufatura Reversa, que coleta, transporta e processa óleo vegetal e gordura animal para fabricação de biodiesel, desenvolvido em Espírito Santo do Pinhal (SP), é finalista no 1º Prêmio Top Inovação da Uninter. A ação visa o conceito de economia circular e socioeconômico-ambiental, gerando recursos para uma entidade filantrópica local.

O idealizador do projeto e diretor de operações, Edvar Tomaz da Silva, conta que o grande objetivo é a preservação do meio ambiente e a geração de emprego e renda para muitas pessoas que estão se beneficiando de um produto que iria para o lixo e, consequentemente, afetar o meio ambiente.

Como funciona

O projeto inicia-se com a coleta de óleo vegetal e animal, usado, contaminado ou vencido, utilizado em estabelecimentos comerciais e residenciais. A coleta é realizada pela empresa e o consumidor que realiza o descarte recebe como gratificação, detergente, limpa alumínio, amaciante de roupa, sabão em pó e desinfetante.

O material coletado é enviado para o processo de triagem, onde os resíduos sólidos são separados do óleo vegetal. Na etapa seguinte, é realizada o tratamento para separação da gordura e, por fim, a filtragem para retirada de pequenas partículas.

Em todo o processo são realizadas análises de qualidade. O produto somente é enviado para o estoque e transformado em OVR (Óleo Vegetal Recuperado) quando o resultado das análises atinge 100% de qualidade.

Prêmio Top Inovação Uninter

O prêmio tem como objetivo dar visibilidade, incentivar e aprimorar às ações de gestores engajados que buscam o desenvolvimento socioeconômico, por meio de soluções inovadoras, inteligentes e criativas, sejam elas entidades públicas ou privadas de todo o Brasil.

Todos os projetos inscritos e homologados receberão certificado de participação. Será concedido um troféu ao melhor projeto de cada categoria e os ganhadores também serão beneficiados com cursos de extensão da Uninter.

“Os participantes estão defendendo suas iniciativas por meio de uma apresentação sucinta aos jurados. Com isso, a etapa final permitirá divulgar os projetos a um público maior e, quem sabe, conseguir investimentos e financiadores”, explica o professor e idealizador do prêmio, Ricieri Garbelini.

A comissão julgadora é composta pelos coordenadores e professores dos cursos de pós-graduação da instituição.

Neste sábado, 27 de novembro, acontece o evento final, onde serão revelados os ganhadores. A apresentação será transmitida ao vivo pela TV Profissão – canal no YouTube e pelos canais oficiais do Grupo Uninter.

Incorporar HTML não disponível.
Créditos do Fotógrafo: Reprodução/Arquivo Pessoal


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *