Os preparativos para uma jornada acadêmica

Talita Santos – Estagiária de Jornalismo

Poucos sabem, mas produzir um evento exige muita organização e agilidade. Montar um cronograma, reservar salas, programar coffee break, criar ambientes virtuais para as inscrições online, captar e transmitir as imagens, além de elaborar uma boa divulgação para o evento, são apenas algumas dessas responsabilidades. Cada detalhe deve ser pensando e programado de maneira a atender as necessidades dos participantes e dos convidados.

A última jornada acadêmica realizada pela Uninter, de 31 de julho a 4 de agosto, é um exemplo do tamanho da organização necessária e do trabalho de uma grande equipe “interdepartamental”. Foram mobilizados especialistas na área de organizações de evento e na parte tecnológica, para captar e difundir as informações do evento – além de convidar e confirmar os palestrantes das oficinas, palestras, mesas de debates, entre outros. A platéia foi composta de 250 professores e colaboradores de diversos setores da instituição.

“Quando a professora Dinamara Machado [diretora da Escola Superior de Educação] me incumbiu de organizar a jornada, pediu que pensássemos em nossos alunos. Então, o evento foi pensando de maneira a oferecer aos professores a mesma experiência que oferecemos aos alunos e essa foi a estratégia, operacionalizada por meio da oferta híbrida do evento, oferecendo momentos online e presenciais. As atividades foram escolhidas com base na pesquisa da jornada acadêmica anterior e também de algumas necessidades apontadas pela diretoria”, diz o professor e organizador do evento Álvaro Martins Fernandes Junior.

Além dele, a equipe que contribuiu para a organização do evento contava com as responsáveis pelo próprio setor de evento, Lorena Fernandes e Eraildes da Silva; o professor André Corradini, com a captação das imagens; Daiane Almeida de Oliveira, no suporte com questões relacionadas a plataforma Univirtus; Sérgio Ricardo Medeiros, Henrique Giacometti e Marcelo Ricardo da Silva, na confecção do site do evento;  Lincoln Mendes da Silva, responsável pelas inscrições; Reginaldo Servilha de Camargo e Maurício Bacaroglo, que transmitiram as atividades para os polos; juntamente com Iuri Batista Barbosa, responsável pelo suporte de infraestrutura no edifício Garcez.

Foram quase dois meses de planejamentos para a jornada. Porém, dias antes do evento é necessário verificar vários detalhes da organização. “A operacionalização se deu uma semana antes da realização.  Quando ela foi concebida, os ‘oficineiros’ e palestrantes foram contatados e assumiram compromisso de palestrar na jornada. Mas conforme disse, foi apenas a uma semana da realização que tudo tomou forma. Foi bem corrido, por isso sou grato pela participação dos envolvidos, além dos ‘oficineiros’ pela disponibilização do tempo”, diz Álvaro.

A jornada ocorreu no campus Garcez, em Curitiba. A atividade faz parte de um processo formativo para os professores e colaboradores do setor administrativo da instituição. “De maneira inovadora, transmitimos alguns eventos da jornada para que os polos pudessem participar desta experiência. Esperamos na próxima poder transmitir mais eventos como este para os polos”, diz Álvaro.

Edição: Mauri König

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Arquivos

Histórico