Festas natalinas

Grupo nutre a alma com boa música e o corpo com alimentos

Natal é marcado por canções tradicionais muito características, incluídas em praticamente todas as apresentações alusivas a essa época do ano, a exemplo da famosa Jingle Bells. Em Curitiba, o Grupo Suzuki de Flautas, dirigido pela flautista e professora nas áreas de Música e Artes da Uninter Valentina Daldegan, realiza concertos de Natal com canções como Pinheirinhos de Alegria, Sapatinho de Natal e Sinos de Belém.

O grupo existe há mais de 10 anos e é composto por crianças, jovens e adultos. Eles aprendem e praticam através do método Suzuki (a filosofia desse método parte do princípio de que todos podem aprender) e anualmente fazem apresentações natalinas abertas ao público como também em instituições de caridade.  Em 2017 acontecerão dois concertos, um neste sábado (9), no auditório da Rua da Cidadania do Cajuru, onde o ingresso será um quilo de alimento não perecível, e outro na segunda-feira (10), no Hospital Cajuru, com uma apresentação para os enfermos.

No ano passado o grupo tocou no Museu da Vida e no ano anterior o concerto beneficente arrecadou verba para ajudar imigrantes vindos de países da África que necessitavam de auxílio. Segundo a professora e coordenadora do grupo, tocar em diferentes ambientes nessa época do ano proporciona diferentes emoções.

“A gente se sente satisfeito por ver o pessoal participando, todo mundo gosta de uma música. Tocamos música de Natal e o Natal é sempre especial para todo mundo”, diz. Já sobre as apresentações para enfermos, a professora compartilha que sente gratidão. “Nos hospitais é muito gratificante, especialmente por saber que tem crianças que estão lá há muito tempo e a música sempre ajuda no bem-estar. Tudo o que a gente puder fazer para o bem-estar dos outros, toca o coração da gente também”.

Os alimentos arrecadados no concerto deste sábado no auditório da Rua da Cidadania do Cajuru serão doados para o centro de educação infantil Associação Frei Tito de Alencar.

Embed HTML not available.
Autor: Letícia Costa - Estagiária de Jornalismo
Edição: Mauri König
Créditos do Fotógrafo: Manoel Áureo Germano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *