ADMINISTRAÇÃO

As metáforas da “Arte da guerra” conquistaram o mundo dos negócios

Autor: Juliane Lima - Estagiária de Jornalismo

O general e filósofo chinês Sun Tzu escreveu a obra A arte da guerra no século IV antes de Cristo e seus conselhos teriam sido usados por muitos estrategistas militares do longo da História. Agora, dois milênios e meio depois, o mundo corporativo se apropriou destes ensinamentos para potencializar os negócios. Tornou-se o livro de cabeceira de muitos administradores, empresários e economistas.

 

A obra firmou-se na História não só pelos aconselhamentos, mas também pela força narrativa e pelas metáforas aplicáveis ao mundo dos negócios. É justamente disso que trata o artigo A instrumentalização de metáforas no campo do management: reflexões a partir do uso da obra “A arte da guerra” na área de negócio (em inglês: The instrumentalization of metaphors in the management field: reflections from the use of the book “The art of war” on business).

Publicado pela Revista Brazilian Business Review, periódico com qualis A2 pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o artigo foi escrito pelo professor Elizeu Barroso Alves, da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios da Uninter, em conjunto com os professores Luiz Gustavo Lara e Fábio Vizeu, ambos da Universidade Positivo.

Os autores estudam as metáforas de uso corrente no contexto organizacional a partir de um conjunto de fundamentos teóricos, incluindo a Teoria Crítica de Habermas. A pesquisa aponta que o uso de metáforas na literatura gerencial às vezes reflete uma distorção utilitarista e anacrônica dos contextos originários das expressões.

“O artigo em si debate o uso de metáforas como simplificações anacrônicas no contexto organizacional, sendo que com esse uso estratégico da linguagem pode-se inibir a autonomia interpretativa dos sujeitos, ou seja, colonizar seus horizontes interpretativos pela indução persuasiva de visões de mundo simplistas e utilitárias sobre a realidade organizacional”, explica Elizeu. Ele acrescenta que o insight inicial para a escrita do artigo foi de seu colega Luiz Gustavo Lara.

Embed HTML not available.
Autor: Juliane Lima - Estagiária de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Arquivo UN


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *