CULTURA

Artistas abrem a janela das artes visuais para o público

Autor: Evandro Tosin - Estagiário de Jornalismo

Olhar pela janela é muito mais do que se parece. É imaginar, sentir e viver a experiência. O Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann, de Pinhais (PR), recebe até o dia 30 de maio as obras de oito artistas formados em gravura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), da turma de 1995.

O grupo de amigos se reencontrou no ano passado, participando de três exposições coletivas em espaço culturais diferentes. Uma das artistas plásticas é Carla Nardes, tutora e professora do curso de graduação em Artes Visuais na modalidade de educação a distância da Uninter desde 2017.

O tema da exposição foi definido como “Janelas” e tem como objetivo “Abrir o mundo para espiar o que existe em seus corações. As janelas da alma”. As técnicas presentes na mostra são instalações, gravuras, desenho, pintura e fotografias digitais.

São cinco obras da professora da Uninter nesta exposição. As técnicas utilizadas pela artista foram xilogravura e fotografia digital, com a temática da busca do saber. “A busca do saber tem muito a ver com o conhecimento, a transformação e aquilo que acontece com o ser humano na hora da descoberta”, comenta Carla. A artista ainda tem intenção de realizar outras exposições ao longo do ano.

“Eu sempre gostei muito da técnica tradicional da xilogravura. É uma técnica que faz produção em série. Mas para aproximar com as técnicas mais contemporâneas, me aproximei com a fotografia digital. Além de ter essa mesma semelhança da reprodução, tive a ideia de fazer uma apropriação da obra original que era xilogravura para a fotografia digital”, explica Carla.

O salão deste ano veio com obras mais contemporâneas e artistas renomados, e isso atraiu pessoas para conhecer o espaço e fazer parcerias. “Eu tentei fortalecer a questão das artes visuais, nós já tínhamos várias mostras que aconteciam, percebi que precisava profissionalizar mais”, ressalta Marcos Oliver, diretor do Departamento de Cultura de Pinhais.

Outros artistas que também fazem parte do salão de arte são Mirian Ledur, Andrea Bertoletti, André Dias, Deise Dias, Elaine Santos, Lisiane Barreto e Vivien Zanlorenzi. Entre eles, Vivien foi a idealizadora da exposição. O Centro Cultural abre das 8h às 18h e fica na Rua 22 de Abril, 305, no Centro de Pinhais. Contato pelo telefone (41) 3912-5241.

Embed HTML not available.
Autor: Evandro Tosin - Estagiário de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Arquivo pessoal Carla Nardes


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *