Ampliar a ambição climática é o principal tema da COP 25

Autor: Rodrigo Berté*

Do último encontro dos líderes mundiais, no COP 21, realizado na França em 2015, quando foi criado o Acordo de Paris com o objetivo de minimizar as consequências do aquecimento global, até o novo encontro do COP 25, que está sendo realizado de 2 a 13 de dezembro em Madrid, na Espanha, os deveres de casa foram um tanto limitados.

O Brasil participou das últimas edições e também fará parte desta, com a possibilidade de talvez ser repreendido por conta dos sucessivos incêndios nas florestas brasileiras, em especial, a Amazônia.

De acordo com o último levantamento realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), a emissão global de gases do efeito estufa precisa cair 7,6% ao ano entre 2020 e 2030. Caso isso não aconteça, o mundo não conseguirá alcançar a meta de limitar o aumento da temperatura em 1,5◦ C.

Para que isso possa ser uma realidade, a ambição dos países deverá ser cinco vezes maior, ou seja, será necessário reduzir as emissões em 45% até 2030 e atingir a neutralidade em 2050. Esse será o maior debate entre os líderes mundiais, visto que muitos países ainda se encontram com uma série de desvantagens.

É um desafio difícil, mas necessário. O homem trava diariamente a sua guerra contra o planeta, porém esquece que sem planeta não há vida.  A COP 25 será presidida pelo governo do Chile, com o apoio logístico, enquanto a sede do evento do governo da Espanha.

No seu primeiro pronunciamento, o chefe da ONU, Antonio Guterres, apontou que a biodiversidade na terra e no mar está sob ataque severo. Lamentou também a falta de vontade política de alguns países em inovar e buscar energias alternativas mudando a velha matriz industrial.

Este encontro será marcado por debates políticos de possíveis acordos e alianças — uma aliança pelo planeta e, em especial, pela manutenção de vida na Terra e todas as formas de vida.

* Rodrigo Berté é diretor da Escola Superior de Saúde, Biociências, Meio Ambiente e Humanidades da Uninter.

Embed HTML not available.
Autor: Rodrigo Berté*
Créditos do Fotógrafo: Corpo de Bombeiros do Pará


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *