Alimentação saudável ocupa as Ondas da Politécnica

Autor: Matheus Pferl - Estagiário de Jornalismo

Em um período pandêmico, existem diversas preocupações urgentes. A principal delas é o foco no combate ao vírus, que depende da vacinação e de outros cuidados sanitários. A saúde mental também é uma preocupação que está em alta, devido ao novo cenário de isolamento social.

A alimentação influencia a saúde das pessoas de diversas maneiras, e a pandemia também alterou a forma como as pessoas se alimentam. Para muitos, a correria do dia a dia tem como efeito colateral a adoção de uma dieta ruim, dependente de fast food e comidas prontas.

Com mediação do professor Guilherme Rodrigues e participação da professora Ana Carolina Tedeschi Gomes Abrantes e da graduanda em Engenharia da Produção Crislaine Valonni, o programa Nas ondas da Politécnica do dia 18 de junho de 2021 teve como tema a relação entre a engenharia e a alimentação saudável.

Ana Carolina é engenheira química especializada na área de processos químicos, com conhecimento sobre os processos industriais na área da alimentação. Já a estudante Crislaine Viana trabalha em uma empresa produtora de chocolates da linha fitness, sem açúcar, soja, leite ou glúten em sua composição.

Crislaine, 24 anos, conta que trabalha na empresa desde os 18. “Meu pai faleceu quando eu era muito pequena, ele sempre queria que tivéssemos um bom futuro, e quando eu comecei a trabalhar e o supervisor da empresa estava fazendo o curso de Engenharia de Produção, ele começou a me incentivar, e eu decidi começar. Me identifiquei bastante e estou muito feliz”, diz Crislaine.

Alimentação saudável

A função dos alimentos não é apenas nos manter saciados. Ter uma alimentação adequada e saudável garante uma boa nutrição e o funcionamento adequado de todo o corpo, sendo primordial para a saúde, e contribuindo para sua manutenção e recuperação. Alimentos in natura, como frutas, legumes, verduras, grãos diversos, oleaginosas, carnes, ovos, entre outros, são excelentes fontes de fibras, de vitaminas, minerais e de vários elementos essenciais para a saúde e para a prevenção de muitas doenças.

O cenário atual exige um cuidado redobrado com a higiene e também com a alimentação. Manter o organismo bem nutrido, com o consumo adequado de alimentos saudáveis, e beber muita água potável são essenciais para o fortalecimento do sistema imunológico, o que é imprescindível.

Planejar as refeições é o segredo para uma alimentação saudável e adequada, já que produzir sua própria comida ajuda a evitar os alimentos ultraprocessados e os fast foods. Seu consumo não é proibido, mas deve ser feito com cuidado. Quanto menos, melhor. Outro ponto importante é evitar os exageros, pois o consumo excessivo de alimentos é sempre prejudicial para a saúde.

Uma dica importante é mastigar de maneira mais lenta durante as refeições, esse hábito vai permitir que o sabor dos alimentos seja percebido com maior facilidade, confirmando satisfação e saciedade ao cérebro. Além disso, essa prática também vai ajudar a diminuir o vício por sabores artificiais e o consumo de alimentos industrializados.

“Cada caso é um caso específico. Eu, por exemplo, não consegui me adaptar em alguns aspectos, não gosto de ficar no final de semana produzindo a minha comida para a semana, então eu busco verduras já lavadas, coisas que facilitam para mim e me ajudam a manter a alimentação saudável. Busquei o que melhor se encaixava para mim. Hoje procuro comer pouco açúcar, procuro comer mais verduras e frutas… Existe uma frase que diz ‘descasque mais, desembale menos’, e acho que esse é o caminho, temos que produzir mais a nossa comida”, afirma Ana Carolina.

Fazendo essas escolhas, e acostumando seu organismo a comidas mais saudáveis, naturalmente cria-se um hábito, uma rotina de saúde ao seu organismo, e quando você volta a comer um fast food, um junk food, ou algo que não é saudável, o seu próprio corpo reclama, pois ele se habituou com o saudável. Da mesma maneira vale para o contrário: se você está habituado com as comidas prontas e industrializadas, você vai sentir uma dificuldade no momento de mudar. Porém, por mais que seja difícil no começo, é preciso ter persistência e enxergar os benefícios que essa mudança vai trazer.

A engenharia, os processos e os desafios

No oitavo de dez períodos do curso de Engenharia da Produção, Crislaine conta que hoje tem o conhecimento que antes lhe faltava. “Me desenvolvi muito, hoje tenho o raciocínio lógico, e quando surge um problema, tenho que lidar de uma maneira rápida e efetiva, e eu consegui desenvolver muito com essa parte de cálculos. O curso de produção é muito interessante, pois dá uma boa base em tudo que tem na fábrica, de mecânica, elétrica, manutenção, produção. Então muitas coisas que eu não sabia como funcionava, eu aprendi. Hoje eu olho para uma máquina, para um circuito elétrico e consigo ter uma boa compreensão de tudo”, ressalta.

“Minha família é empreendedora, meu desejo é criar novas fábricas para a produção da minha família, tanto na fabricação de colchões e bases, quanto na fabricação de roupas. Minha intenção é trabalhar com a família, dedicar o meu aprendizado e esforço para a família”, completa Crislaine.

Você pode acompanhar a gravação completa do evento clicando aqui.

Incorporar HTML não disponível.
Autor: Matheus Pferl - Estagiário de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Pixabay e reprodução


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *