SEMIPRESENCIAL

A tecnologia social em pauta no curso de Secretariado Executivo

Autor: Maicon Sutil - estagiário de Jornalismo

Você sabe o que é tecnologia social? Segundo o Instituto de Tecnologia Social Brasil, trata-se de um conjunto de métodos criado para promover o desenvolvimento tecnológico da população. Este termo frequentemente surge ligado à ideia de economia solidária, que é uma concepção das relações econômicas na sociedade – produzir, vender e comprar – de forma inclusiva, social e ambientalmente responsável.

Aproveitando a mudança de módulo do curso de Secretariado Executivo da Uninter, o coordenador Rodrigo Muller promoveu a palestra “Economia Solidária e Tecnologias Sociais”. Alunos e professores da modalidade semipresencial se reuniram, no dia 3 de junho, no auditório do campus Tiradentes, em Curitiba (PR).

A palestrante convidada foi Nabylla Fiori, mestre em Tecnologia e Sociedade pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Ela compartilhou com os alunos um pouco de sua experiência no campo de tecnologias e movimentos sociais.

A escolha do tema serviu para dar continuidade às discussões que os alunos tiveram no quadrimestre passado, sobre ética e responsabilidade social e ambiental. “Buscamos sempre instigar nossos alunos a pensarem além da formação acadêmica e com foco na sociedade em sua totalidade”, explica o coordenador.

Rodrigo conta que o objetivo do evento era apresentar aos alunos alguns conceitos e aplicações dessas práticas na sociedade. “Nós estamos acostumados a pensar que a tecnologia é criada por mentes geniais, grandes cientistas, instituições oficiais […], mas desde sempre a humanidade se desenvolve tecnologicamente a fim de resolver problemas cotidianos”, explica Nabylla.

As tecnologias sociais idealizadas pela população podem ter um impacto profundo na vida das comunidades. Um exemplo citado durante o evento foi o Banco Palmas, criado em Fortaleza (CE) no final dos anos 1990. Trata-se de um banco comunitário, gerido por uma associação de moradores, que tem como objetivo dar suporte a projetos que geram renda para os habitantes locais.

Para Nabylla, falar sobre a relação entre tecnologia e desenvolvimento social é uma oportunidade para promover o empreendedorismo e a solidariedade.

Embed HTML not available.
Autor: Maicon Sutil - estagiário de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Maicon Sutil - Estagiário de Jornalismo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *