Uninter qualifica colaboradores em busca da alta performance

Autor: Bárbara Possiede - Estagiária de Jornalismo

Equipes que apresentam um desempenho elevado são um diferencial competitivo para qualquer empresa. Grupos de pessoas com muita competência e comprometimento com as atividades que desempenham, partilhando a mesma visão, valores e objetivos, são capazes de explorar o que há de melhor em cada integrante.

Assim se formam as equipes de alta performance, engajadas e alinhadas aos objetivos estratégicos das organizações. Apesar do termo “alta performance” estar na moda, é importante esclarecer o que caracteriza estas equipes e o que precisa ser desenvolvido para alcançá-las.

Foi com esse objetivo que Fernanda Furuno, mestre em comunicação, esteve na Semana Acadêmica dos Docentes da Uninter, na última terça-feira (28.jan.2020). Com mais de 20 anos de experiência em gestão de equipes dentro de instituições de educação a distância, ela conversou com coordenadores e diretores da Uninter para desmistificar o tema.

Fernanda destacou pontos importantes para identificar se as equipes são de alta performance:

  • Liderança: o grupo deve saber quem é o líder, a quem cabe a decisão final;
  • Autogerenciamento: cada um deve ser capaz de definir qual é a prioridade dentre suas tarefas;
  • Diversidade e interdisciplinaridade: equipes mistas com pessoas de áreas diferentes e estágios diferentes de experiências para que todos possam agregar;
  • Antecipação: sempre projetar o olhar para o futuro, o profissional deve ser capaz de prever situações que podem acontecer e prevenir problemas;
  • Clima de segurança: o profissional precisa saber que ele pode arriscar;
  • Objetivo comum: equipe deve ter o mesmo propósito;
  • Comunicação assertiva: com reuniões regulares e comunicação alinhada;
  • Gestão do conhecimento: líderes devem diversificar as áreas, eventos sobre outros temas podem influenciar em seu nicho.

Por meio de uma palestra interativa, que convidou o público a participar através de seus smartphones, Fernanda provocou diversas reflexões acerca das equipes de professores da Uninter. Ao explicar a importância de se colocar no lugar do outro, ela instigou os coordenadores a serem empáticos e entenderem os desafios de seus professores.

Ao falar sobre o desenvolvimento de pessoas, Fernanda abordou ainda a diferença entre hard skills e soft skills. De acordo com ela, as hard skills são as habilidades técnicas tangíveis, que podem ser aprendidas e quantificadas, como finanças, escrita e programação. As soft skills, por sua vez, representam as habilidades comportamentais que estão ligadas à forma de se relacionar e interagir com pessoas, como comunicação, pensamento crítico, motivação, entre outras.

“Ao analisar o mercado de trabalho, percebemos que muita gente é contratada por conta das hard skills, mas quase 90% são despedidos por falta das soft skills”, relata.

A palestra ministrada por Fernanda faz parte das atividades elaboradas pela Uninter para reforçar os valores da instituição, integrar e capacitar a equipe docente para o ano letivo de 2020.

 

Embed HTML not available.
Autor: Bárbara Possiede - Estagiária de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Gabriel Prado - Estagiário de Jornalismo


2 thoughts on “Uninter qualifica colaboradores em busca da alta performance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *