FAKE NEWS

Uma bússola para quem está perdido no mar de informações

Autor: Ariadne Körber - Estagiária de Jornalismo

Modelos e métodos de ensino devem ser constantemente debatidos e repensados. Dessa forma, os professores podem almejar a excelência no ensino, oferecendo o melhor conteúdo e formação para seus alunos, o que é fruto de muita pesquisa e leitura.

Idealizado e escrito pela professora Marilene Santana dos Santos Garcia, do Mestrado em Educação e Novas Tecnologias da Uninter, em parceria com a professora Wanderlucy Czeszak, o livro “Curadoria educacional – Práticas pedagógicas para tratar (o excesso de) informação e fake news em sala de aula” foi publicado em setembro pela editora Senac São Paulo. O lançamento oficial será no Congresso Internacional de Educação a Distância da ABED, no dia 21 de outubro, em Poços de Caldas (MG).

O livro parte da etimologia do termo “curadoria” até chegar na análise de metodologias educacionais na área e seus impactos. A palavra “curadoria” vem do latim e significa “aquele que administra”, “aquele que tem cuidado e apreço”.

Segundo Marilene, a prática da curadoria educacional ganhou relevância na sociedade digital, pois “nós vemos uma quantidade de informação muito grande, vivemos em um espaço fenomenal que é a internet, os celulares estão sempre nas mãos dos alunos, e precisamos, de alguma forma, orientar, organizar e explorar o que as pessoas podem aprender”.

Para a professora, a educação tem papel importante na avaliação da veracidade das informações publicadas como notícias, mas que podem somente estar disfarçadas como um produto jornalístico. Além disso, a autora explica que a curadoria pertence ao ramo das metodologias, em que o professor vê o aluno como investigador que tem um papel ativo em relação ao conteúdo.

Marilene declara ainda que pretende continuar pesquisando sobre o tema para produzir mais materiais de cunho pedagógico, além de investigar sobre fake news e a construção do discurso desses conteúdos.

Embed HTML not available.
Autor: Ariadne Körber - Estagiária de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Ariadne Körber - Estagiária de Jornalismo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *