“Sempre devemos levar nossa experiência”, aconselha Vanessa Rolon em aula inaugural

Autor: Fillipe Borba - Estagiário de Jornalismo

Todo começo de quadrimestre letivo na Uninter é um momento para acolher os calouros, motivar os veteranos e, principalmente, alinhar a conduta que a instituição espera dos seus alunos. Transmitida ao vivo pelo Youtube no dia 04.jun.2020, a aula inaugural do curso de Administração contou com a participação da coordenadora do curso, Vanessa Rolon, e do professor Guerohn Camilo.

O encontro teve duração de pouco mais de uma hora e pode ser conferido na íntegra clicando aqui. Por mais que o conteúdo seja focado na área de Administração, as informações passadas pelos professores envolvem o funcionamento do sistema Univirtus, a diferença entre APOL e prova, como ingressar na iniciação científica, entre outros temas interessantes a todos os alunos.

Várias questões foram prontamente respondidas por Vanessa e Guerohn. Uma delas falava sobre o material didático do curso. Na Uninter, quem estuda Administração ganha vários livros ao ingressar. Entretanto, alguns polos de apoio da educação a distância demoram mais para entregar o material do que outros. A coordenação do curso está à disposição dos alunos sempre que houver qualquer tipo de atraso.

“O ideal é que o polo faça um agendamento para entrega dos livros. São mais de 600 polos em todo o Brasil. Vocês nos comunicam, aí levamos as suas demandas ao setor de polos. O setor de polos entra em contato com cada um deles para que vocês possam tirar os livros em segurança, com o devido agendamento para evitar aglomeração”, explica Vanessa.

Outra dúvida que foi levada em alguns momentos durante a live foi sobre atividades complementares. Elas são necessárias em várias graduações. No caso do curso de Administração, o estudante precisa cumprir a carga horária de 120 horas de palestras, cursos e atividades relacionadas com a faculdade. Vanessa comenta que é preciso planejamento para não acumular horas no final do curso. “Não recomendo fazer no último ano. Você pode entrar no setor de extensão da Uninter e vai ver quais cursos estão disponíveis. Nessa época de pandemia, tem vários cursos gratuitos, aproveitem”.

O professor Guerohn complementa a explicação. “Se o aluno fizer um curso da Uninter, ele não precisa ser necessariamente da área de gestão. Se for da nossa instituição, a coordenação também aceitará”. A entrega dos certificados deve ser feita pelo Univirtus, na disciplina de Atividades Complementares – aba Trabalhos.

As provas também acontecem no Univirtus, mas em um ambiente separado, como explica o professor Guerohn: “As provas estão sendo realizadas em casa. Na página inicial do AVA, basta acessar a parte de Prova Online (um link vermelho). Você precisa ter uma webcam e um microfone instalados no seu computador. As provas objetivas vocês podem fazer até três vezes. As discursivas somente uma”.

Para manter a qualidade do aprendizado, os professores explicaram que é importante criar uma rotina de estudos, como se fosse uma ida presencial ao campus. Todos os dias, no mesmo horário. Isso ajuda a não perder os prazos de entrega das APOLs, que são atividades que valem até 30% da média do aluno. O gabarito aparece após a primeira entrega. São cinco tentativas. Para a coordenadora do curso, vale observar quais questões estão erradas e utilizar as vezes disponíveis para aprimorar os estudos e, consequentemente, a nota.

Uma questão que também foi abordada na live foi a iniciação científica. Escrever artigos é uma atividade que agrega ao currículo e ainda permite a participação em eventos científicos, que também podem valorizar o currículo do estudante. Fazer um perfil no Linkedin é uma boa pedida. “Os empregadores estão de olho no Linkedin, por isso é muito importante fazer um perfil e ir alimentando com as suas experiências profissionais e acadêmicas na graduação”, conta Vanessa.

Todos os anos é lançado um edital de iniciação científica, que permite aos alunos participar de grupos de pesquisa em andamento na instituição. Normalmente no começo do primeiro semestre os alunos podem se inscrever e tem participação garantida por um ano nos projetos. “A partir de qualquer momento você pode fazer pesquisa. Tem um edital do setor de pesquisa que sai no começo do ano letivo. Ele vai dando o passo a passo, os pré-requisitos, as linhas de pesquisas disponíveis. Você pode entrar como voluntário ou bolsista. Quem quiser mais tarde vir para a docência, é importante se envolver em pesquisa”, diz Vanessa.

Para complementar as explicações, Guerohn acessou o Univirtus ao vivo e mostrou em tempo real como acessar as disciplinas e utilizar as principais funcionalidades da plataforma, entre elas, está o ícone de tutoria, que serve para os alunos tirarem dúvidas sobre o que estão aprendendo no momento. Vanessa incentivou os alunos a deixarem a vergonha de lado e perguntarem sempre. “O ícone está lá para ser usado. Pode mandar várias perguntas diferentes mais de uma vez por dia sobre a disciplina que você estiver estudando”.

Uma caloura questionou Vanessa sobre qual era a melhor forma de aprender. Se podia utilizar os conhecimentos de gestão que ela já tinha, ou se era melhor esquecer tudo e aprender como se nunca tivesse estudado o tema. “A gente sempre tem que levar nossas experiências. Tudo o que a gente vive, nosso background, faz parte do processo de conhecimento. Desde que nascemos estamos aprendendo as coisas, enquanto estivermos vivos, estamos aprendendo”, Vanessa respondeu.

Embed HTML not available.
Autor: Fillipe Borba - Estagiário de Jornalismo
Créditos do Fotógrafo: Pixabay e reprodução


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *