TEORIA E PRÁTICA

Diplomatas e expoentes do mercado prestigiam semana acadêmica

Autor: Maicon Sutil - Estagiário de Jornalismo

Representantes diplomáticos de dois países e expoentes do mercado profissional participaram entre os dias 1º e 5 de julho da semana acadêmica dos cursos de Ciência Política e Relações Internacionais da Uninter. O evento aconteceu no campus Divina Providência, em Curitiba (PR), e foi organizado pelo Centro Acadêmico dos dois cursos.

Alunos e professores tiveram a oportunidade de ouvir profissionais destacados no mercado falando sobre a atuação do cientista político e do internacionalista, diante dos desafios do mundo contemporâneo.

A professora Audren Azolin conta que o objetivo de promover estas palestras para os alunos é fazer com que eles tenham contato direto com as questões mais atuais de sua profissão, trazendo uma vivência que vai além da sala de aula.

“É reforçar o conhecimento já adquirido em sala de aula, relacionar teoria e prática e possibilitar o contato dos alunos com profissionais que atuam no mercado e que são exemplo na profissão”, completa Audren.

Entre os convidados da semana acadêmica estiveram Felipe Salomão, do Grupo O Boticário; Leonardo Tostes, do Renault Experience; o embaixador Carlos Fleitas, do consulado do Paraguai; e o cônsul japonês Hajime Kimura.

Hoje, as empresas procuram profissionais que tenham versatilidade. Felipe, coordenador da área de relações institucionais do grupo O Boticário, diz que os candidatos devem buscar um conhecimento amplo em todas as áreas em que a empresa atua. Desta forma, os profissionais se tornam “bem preparados e com um repertório, então, muito mais capazes de representar os interesses da empresa frente ao governo e criar canais de comunicação”, ressalta.

Leonardo, do Grupo Renault, falou sobre os critérios que devem ser atendidos pelos candidatos: eles devem demonstrar domínio de conhecimentos diversificados, em especial sobre o ambiente geopolítico e a história, além de possuir boas habilidades de comunicação.

Ele disse ainda que todo mundo tem chances de entrar em uma grande empresa, mas somente o curso universitário não vai garantir um emprego. “Hoje o mercado é extremamente competitivo, e a sua formação não é o que te garante emprego, ela te dá conhecimento para aplicá-lo, tem que ter muito mais competências do que você adquire na faculdade”, finaliza.

Embed HTML not available.
Autor: Maicon Sutil - Estagiário de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Maicon Sutil - Estagiário de Jornalismo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *