IBGPEX começa o ano desatando nós para trabalhar em equipe


O ano começou com uma série de atividades de capacitação para os colaboradores do Instituto IBGPEX, braço de responsabilidade social do Grupo Uninter. Para dar início à nova jornada, eles participaram de uma capacitação nos dias 1º, 2 e 5 de fevereiro, para também fazer um balanço de 2017 e apontar as diretrizes para o que virá. O primeiro dia da capacitação aconteceu na Sede das Araucárias, no bairro Mossunguê, em Curitiba.

Num ambiente de descontração e interação, os colaboradores antigos conheceram seus novos colegas de trabalho. Para se conhecerem, formaram duplas ou trios em uma conversa de aproximadamente cinco minutos, e depois cada um apresentou e falou um pouco sobre o companheiro. Logo após, contaram com uma atividade recreativa coordenada pela professora do curso deEducação Física Marina Toscano Aggio de Pontes.

A atividade consistiu em um exercício em que os colaboradores do instituto se “entrelaçaram” e, para conseguirem desatar os nós, tinham de trabalhar em equipe. “A brincadeira proposta simulava um problema que, por sua vez, deveria ser pensando e repensado na busca de estratégias coletivas para solucioná-lo. Por isso, necessitou que todos pensassem em soluções e, caso necessitassem, as estratégias deveriam ser repensadas. No dia-a-dia do IBGPEX, os colaboradores com certeza devem se deparar com todo tipo de problemas, por isso trabalhar em equipe é fundamental para o sucesso”, explica Marina.

A capacitação foi essencial para trabalharam questões básicas como o planejamento social, tecnologias sociais, indicadores sociais e impacto na comunidade.  Determinaram também os projetos que darão continuidade em 2018. Alguns deles são o projeto Ser Capaz, Fazendo Renda, e também novidades como a Universidade da maior idade. Os outros dois dias da capacitação foram na unidade da Uninter na Rua 13 de Maio.

Para a gerente de projetos do IBGPEX, Adenir Fonseca dos Santos, as atividades geraram um resultado positivo para os colaboradores. “Essa capacitação demonstrou que os nossos colaboradores sempre estão querendo refletir a questão da teoria e da prática, pelos subsídios teóricos que fundamentem suas ações”, diz.

O IBGPEX trabalha através da educação, tendo a inclusão social de adolescentes, jovens, idosos, mulheres e pessoas com deficiência. Seus pontos de maior importância estão nas temáticas da educação, cidadania, inclusão social, digital, cultural, da qualificação profissional, da inserção no mercado de trabalho, do empreendedorismo e da qualidade de vida. A partir dessas prioridades, capacitar os colaboradores a cada começo de ano torna-se base essencial para um desempenho satisfatório.

“A gente percebe que o colaborador está muito entusiasmado para fazer, para trabalhar, e no social precisamos sempre estar revendo nossos valores e estratégias para que a gente realmente consiga, e a gente acredita que esse ano essa capacitação propiciou isso, uma melhoria de uma qualidade de vida, em busca de uma sociedade mais justa e mais igualitária”, afirma Adenir.

Edição: Mauri König

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *