Cursos de Ciência Polícia e Relações Internacionais promovem palestras sobre a teoria de Zygmunt Bauman

(Legenda: Evento abordará teorias do sociólogo polonês Zygmunt Bauman – Crédito: Peter Hamilton)

“Bauman: A Educação e a Política em tempos líquidos”, esse é o tema de duas palestras que acontecem nos dias 5 e 6 de novembro, no auditório Divina. O objetivo do evento é aproximar a comunidade do pensamento de Zygmunt Bauman, um dos sociólogos mais influentes da contemporaneidade. A proposta das palestras veio através dos cursos de Ciência Política e Relações Internacionais do Centro Universitário UNINTER, que convidaram duas pesquisadoras da teoria Bauman para contar suas experiências nestes estudos. São elas:

5 de novembro, às 19:00 – Ana Paula Luz

Ana Paula Luz, formada em Belas Artes com especialização em História da Arte. Participou da criação e da gestão de uma ONG na cidade de Curitiba e atuou como professora de Artes antes de embarcar para Barcelona para realizar um mestrado e um doutorado em Arte e Educação na Universidade de Barcelona. Foi pesquisadora residente no Instituto Bauman da Universidade de Leeds, Inglaterra, onde se aproximou da sociologia e do pensamento de Bauman. Atualmente vive em Barcelona e atua no terceiro setor desenvolvendo pesquisa sobre Educação e Sociologia Líquida.

6 de novembro, às 19:00 – Ana Paula Ferraz Krueger

Ana Paula Ferraz Krueger, graduada em Ciência Política pelo Centro Universitário Uninter, especializando em Sociologia Política pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente é pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Sociologia Política Brasileira (NUSP) – “Transformações da Classe Política Brasileira” – UFPR – UNINTER. Atuou como pesquisadora da Assembléia Legislativa do Paraná (ALEP – gabinete PT) desenvolvendo projetos na área da saúde, educação, segurança e geração de empregos para alguns municípios da região metropolitana de Curitiba. Vem desde 2009 realizando estudos e desenvolvendo alguns trabalhos dentro da sociologia e pensamento de Zygmunt Bauman, mais especificamente no que tange o desenvolvimento social, político e econômico das sociedades contemporâneas.

Zygmunt Bauman: é um sociólogo polonês que iniciou sua carreira na Universidade de Varsóvia, onde teve artigos e livros censurados e em 1968 foi afastado da universidade. Logo em seguida emigrou da Polônia, reconstruindo sua carreira no Canadá, Estados Unidos e Austrália, até chegar à Grã-Bretanha, onde em 1971 se tornou professor titular da universidade de Leeds, cargo que ocupou por vinte anos. Lá conheceu o filósofo islandês Ji Caze, que influenciou sua prodigiosa produção intelectual, pela qual recebeu os prêmios Amalfi (em 1989, por sua obra Modernidade e Holocausto) e Adorno (em 1998, pelo conjunto de sua obra). Atualmente é professor emérito de sociologia das universidades de Leeds e Varsóvia.
Local: Auditório Divina – Rua do Rosário, 147 – São Francisco.
Informações: (41) 21027930

Embed HTML not available.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *