Curso de Administração recebe prêmio Angrad

Autor: Gustavo Henrique Leal - Estagiário de Jornalismo

O curso de Administração da Uninter foi um dos condecorados pelo prêmio Angrad, promovido pela Associação Nacional dos Curso de Graduação em Administração. O curso foi reconhecido pelo projeto de extensão para o desenvolvimento sustentável Formando o administrador para os desafios no novo milênio, com cerimônia ocorrida entre os dias 16 e 18 de novembro em Itajaí (SC).

A premiação tem como objetivo reconhecer instituições de ensino superior junto a coordenadores, docentes e discentes que vêm inovando o processo de ensino e aprendizagem em cursos de Administração, buscando sempre contribuir com a melhoria da qualidade desses cursos.

O prêmio funciona com uma única categoria, conhecida como Práticas Inovadoras em Ensino e Aprendizagem, que tem como foco a inovação em práticas de ensino e aprendizagem que tenham alcançado resultados substantivos, quantitativos e qualitativos. A inscrição de projetos é ilimitada, porém apenas 24 instituições são aprovadas e somente 12 são premiadas.

“Receber o prêmio da Angrad, uma instituição que tem por objetivo promover a elevação da qualidade do ensino da administração no país, nos deixa honrados, pois atesta a qualidade do curso de Administração da Uninter em formar administradores que farão a diferença na sociedade”, comenta a coordenadora do curso, Vanessa Rolon.

O projeto foi desenvolvido tendo como base a Agenda 2030 da da Organização das Nações Unidas (ONU) e seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os 16 projetos gestados pelo curso foram se desenvolvendo em 2019, realizados em centro municipais de educação infantil, escolas, lares de idosos, hospitais, organizações da sociedade civil, empresas, feiras e parques.

Os projetos desenvolvidos foram: Amigos da Ilha (ODS 14), EMMOVE (ODS 3), Cadeiras sobre Rodas (ODS 10), E-Recicla Day (ODS 11), CMEI Solidário (ODS 4), Criança Feliz (ODS 3), Pequenos Hábitos, Grandes Mudanças (ODS 2), Mudança Global (ODS 13), Cultiva Curitiba (ODS 12), Redução das Desigualdades (ODS 10), Riqueza Menstrual (ODS 5), Deixando Sementes (ODS 2), Incentiva Paraná (ODS 10), Recicla Mais (ODS 12), SOS Animais (ODS 15) e Reflexão sobre um futuro (in)certo (ODS 1, 2, 6 e 12).

Em 2020, os alunos refletiram sobre os ODS e foram desafiados a criar e desenvolver produtos como soluções para problemas reais vivenciados pela sociedade. Ao todo foram desenvolvidos 6 projetos: Hidrômetro controlador digital, SOS Saúde, Sunset – painéis fotovoltaicos, AL&L, Projeto é Hora de Aprender pra Comer e Tijolo Ecológico.

Ainda em 2020, outros dois grupos conheceram de forma mais profunda tragédias ambientais, propondo soluções para evitá-las. Foram analisadas e criadas soluções para tragédias como os de vazamentos de petróleo no Brasil, o furacão Katrina, desastre na usina nuclear de Chernobyl.

Incorporar HTML não disponível.
Autor: Gustavo Henrique Leal - Estagiário de Jornalismo
Edição: Arthur Salles - Assistente de Comunicação Acadêmica


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *