Colaboradores com deficiências debatem Programa de Inclusão da UNINTER


Na última quinta-feira (17), ocorreu o primeiro Comitê para Colaboradores com Deficiência da UNINTER. O evento foi realizado em parceria com a Universidade Livre para a Eficiência Humana (Unilehu), no campus Garcez, em Curitiba.

O encontro faz parte do programa de inclusão da instituição que prepara não apenas os colaboradores, mas os gestores e demais integrantes da equipe para o convívio com as diferenças.

Para a professora de Libras, Vanessa Raganhan, o encontro é importante pela troca de experiências que proporciona. Ela destaca que é essencial entender as diferenças para ter um bom convívio e que a deficiência não torna ninguém incapaz.

E esta não foi a opinião só dela. Colaboradores cegos, surdos e com outras deficiências foram unânimes ao apontar a  necessidade de igualdade nas avaliações e cobranças, durante uma dinâmica promovida com os participantes. Ao serem questionados sobre as expectativas em relação ao programa, muitos ressaltaram a necessidade de manter cobranças e incentivos da mesma maneira para todos os colaboradores.

Edna Prigol, coordenadora do Desenvolvimento de Pessoas da UNINTER, alerta para o fato de que o objetivo deste programa é ouvir todos os lados, tanto gestores quanto colaboradores.

“É extremamente importante ouvirmos a todos para sabermos os próximos passos que precisam ser tomados. No entanto, é indispensável ressaltar que não estamos com esta iniciativa para cumprir cotas, mas sim para promover a inclusão”, destaca.

Para dar continuidade aos debates e trocas de experiências, já estão agendados outros encontros para junho, setembro e dezembro.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *