CAP, uma âncora emocional para alunos e colaboradores da Uninter

Autor: Victor Corradini - Estagiário de Jornalismo

Há horas que bate uma angústia danada, decorrente muitas vezes de acúmulo de funções, de prazos apertados, estresse nas relações interpessoais, problemas familiares. Quem já não passou por isso em algum momento? A quem recorrer numa hora dessas?

Imagine se, para essas ocasiões, houvesse um ponto de apoio emocional no próprio local de trabalho, ou mesmo na instituição em que estudamos? Pois foi por esse motivo que a Uninter criou em 2005 o Centro de Atendimento Psicopedagógico (CAP), instalado no 1º andar do campus Garcez, em Curitiba (PR), para prestar auxílio aos seus alunos e colaboradores.

Diferentemente do que se pode pensar, não é um consultório psicológico, mas sim um espaço para atendimento individual na forma de conversas e aconselhamentos. Estes encontros precisam ser agendados – em média, as pessoas que buscam esse auxílio realizam três encontros, com duração de 30 minutos cada.

De março de 2005 a fevereiro de 2019, já foram atendidas 1.579 pessoas em 3.761 encontros realizados dentro do CAP, que utiliza uma prática baseada em três pilares para auxiliar os alunos. São eles:

  • A psicologia para a inteligência intrapessoal, ou seja, ajudar o indivíduo a se compreender melhor.
  • A pedagogia para a aprendizagem do indivíduo na vida.
  • A Academia Universitária, com a inteligência interpessoal buscando melhorar as relações entre os indivíduos que convivem na Uninter.

Entre as dificuldades mais comuns dos alunos estão ansiedade, relações familiares e dificuldade de aprendizagem. Assim como os pilares usados pelo departamento, estes três problemas estão relacionados.

“A ansiedade, o emocional alterado, além do problema familiar afetam a concentração e isso consequentemente vai afetar o processo de aprendizagem. Mas quando a pessoa tem uma vida resolvida em termos emocionais, consegue controlar isso e vai aprender melhor”, diz o coordenador do CAP, o psicólogo e professor Ivo Carraro.

Esse departamento foi criado em 2005, com objetivo de ajudar as pessoas a se conhecerem melhor e aprenderem a se relacionar com as demais. Assim, a promoção do autoconhecimento é a função primordial do CAP.

Além do auxílio aos alunos, o departamento também ajuda nas dificuldades de relacionamento entre professores e alunos, quando necessário. Para isso, o departamento ministra palestras para professores e acadêmicos da Uninter com temas voltados para assuntos de natureza psicopedagógica.

Embed HTML not available.
Autor: Victor Corradini - Estagiário de Jornalismo
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Arquivo UN


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *