12 de março, dia do profissional bibliotecário

Desde a antiguidade, o papel da biblioteca e do bibliotecário era o de atuar como um centro detentor do saber, e o livro era considerado acessível somente a um grupo de pessoas, reconhecidas como detentoras do poder, as únicas que poderiam ter acesso à informação. Com o passar dos anos, a imagem de guardiã da cultura transformou-se e a biblioteca passou a ser encarada sob um novo prisma, e ser considerada um subsistema que interage com outros para atender a uma necessidade social, à construção do conhecimento e à utilização da informação.

A informação deixou de ser restrita e o livro deixou de ser o único – ou o mais usual – meio para registrar o conhecimento humano, que passou a existir nas redes mundiais, em representações digitais e outros formatos da realidade virtual, acessíveis para qualquer pessoa em diversos formatos, como textos, gráficos, arquivos de áudio e outras formas. Com isso, a biblioteca e o bibliotecário tornam-se intermediadores dos saberes propiciados pela evolução científica e tecnológica.

A procura voluntária da informação para fins de estudo e pesquisa gera a necessidade de selecionar, armazenar, organizar, comunicar, recuperar e divulgar o que realmente interessa a partir do escopo da pesquisa do usuário de biblioteca. Com o surgimento das novas tecnologias e a transição do papel para a mídia eletrônica, a biblioteca, através do profissional bibliotecário, é a mediadora no processo de busca e recuperação da informação. Desta forma, esse profissional assume novas atividades e se transforma num profissional multifacetado, com novas habilidades e competências, atuando nos mais diversos segmentos e com qualquer suporte. Inova, agrega valor e dissemina a informação no ambiente digital, desde sua criação até seu uso e reuso. Assim, esse profissional se transforma em um Curador Digital da Informação.

Com esse texto, quero homenagear nossos bibliotecários do Sistema Integrado de Bibliotecas do Centro Universitário Internacional Uninter: Célia Pinheiro Vasques e Norma Lúcia Leal, bem como o Bibliotecário Rafael Cobbe Dias, que agora está atuando no setor de Pesquisa, Iniciação Científica e Publicações Acadêmicas.

 

Vanda Fattori Dias

Coordenadora do Sistema Integrado de Bibliotecas do Centro Universitário Internacional Uninter

Embed HTML not available.
Edição: Mauri König
Revisão Textual: Jeferson Ferro


2 thoughts on “12 de março, dia do profissional bibliotecário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *