INTERCÂMBIO DO SABER

Professor Alvino Moser viaja o mundo para internacionalizar a Uninter

Alvino Moser tem graduação em química e filosofia, com doutorado em ética pela Universidade de Lovaine, na França. Decano da Uninter, ele é uma figura central no processo de internacionalização e fortalecimento do nome da instituição ao redor do mundo. Professor no mestrado em Educação e Novas Tecnologias, Moser adquiriu experiência em contatar profissionais de outros países para participar de atividades na Uninter.

Durante sua última viagem à Europa, no ano passado, Moser estreitou relações com diversas universidades e fez vários contatos com grandes nomes das ciências que já vieram ou ainda virão realizar atividades na Uninter. Nesta última viagem, participou de reuniões na Université Catholique de Lille, na França, na Universidad Nacional de Educación a Distancia (UNED), em Madri, e na Universidade de Salamanca, estas últimas da Espanha.

Entre as várias personalidades que conheceu, Moser se reuniu com o vice-reitor geral da Univerité Catholique de Lille, o professor Jean-Charles Caillez, e tratou com ele uma possível vinda a Curitiba para falar sobre inovação pedagógica. A visita deve ocorrer em junho deste ano.

Moser relata que os professores de instituições de outros países são muito ocupados e às vezes é preciso esperar sete ou oito meses para conseguir agendar uma reunião. Mas ele não desiste. Quando essas pessoas aceitam o convite, fazem palestras, seminários ou dão aulas para os alunos da Uninter presencialmente ou via Skype, por exemplo.

O professor explica que esse tipo de ação é importante para o próprio desenvolvimento dos cursos da instituição. “O mestrado e o MEC exigem isso para a graduação, para a internacionalização. Tem de trazer professores e mandar professores para intercâmbios. Não dá mais para ser uma coisa isolada. Isso é importante para trazer outras bibliografias para cá”, diz Moser.

Embed HTML not available.
Autor: Talita Santos – Estagiária de Jornalismo
Edição: Mauri König
Créditos do Fotógrafo: Talita Santos - Estagiária de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *