RECONHECIMENTO

Pais do investigador da Uninter são condecorados em São Paulo

Muitas pessoas cresceram lendo livros ou assistindo filmes policiais, cheios de suspense e mistério. Mesmo aqueles que não se interessam pelo gênero já ouviram falar de um detetive para lá de famoso, o britânico Sherlock Holmes, que em sua última adaptação para as telas é interpretado pelo ator Jonny Lee Miller, na série Elementary.

Para quem sempre sonhou em ser um detetive, não existe melhor momento do que agora. Idealizado pelo vice-reitor da Uninter, professor Jorge Bernardi, o curso de Investigação Profissional (Detetive Particular), até então inédito no Brasil, foi lançado em 2018.

O curso foi aceito de forma tão positiva que rendeu uma homenagem concedida à Uninter pela iniciativa. “A repercussão dele junto a entidades representativas dos detetives tem sido bem ampla, principalmente por causa dos contatos que o professor Bernardi já possuía com detetives particulares”, explica Antoine Youssef Kamel, coordenador adjunto do curso.

A entidade em questão é o Condesp (Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo), o qual concedeu aos responsáveis pelo curso, Bernardi e Antoine, o título de membros honorários. A indicação veio por parte do detetive André Luís, fundador do Condesp e da detetive e vice-presidente , Jacqueline Morais, que inclusive é aluna do curso de Investigação da Uninter.

O curso já conta com mais de 300 inscritos só nesse primeiro ano. Antoine diz que os estudantes têm recebido muito bem as temáticas abordadas e que o curso é um verdadeiro sucesso. “A partir de 2019 eles já vão começar a receber os kits práticos.” Sobre a homenagem, ele completa: “Significa muito uma entidade representativa, com mais de 18 anos de atuação, estar reconhecendo esse curso.”

Para o detetive André Luis, a criação do curso resolve um dos pontos mais críticos em relação à regulamentação da profissão. “O curso fornece os conhecimentos técnicos e científicos implícitos da área de atuação, com foco na prática profissional e na exigência do mercado. Portanto, a indicação é mais do que justa”, destaca.

A decisão foi registrada em setembro, durante uma reunião do conselho e formalizada em ato administrativo. Os títulos serão entregues por um representante do Condesp, em uma solenidade no dia 20 de dezembro.

 

Embed HTML not available.
Autor: Jaqueline Deina - Estagiária de Jornalismo
Edição: Mauri König / Revisão Textual: Jeferson Ferro
Créditos do Fotógrafo: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *