GESTÃO FINANCEIRA

Especialista dá dicas de investimentos para 2020

O ano começou há quase um mês e muita gente ainda está se perguntando como aproveitar melhor o dinheiro recebido em 2019. Para utilizar bem o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o 13º salário, o brasileiro tem procurado alternativas de investimento, mas ainda há muitas dúvidas sobre onde colocar esse capital para render e fazer um bom negócio.

De acordo com o coordenador do curso de Gestão Financeira da Uninter, Daniel Weigert Cavagnari, é preciso entender o mercado de investimento antes de aplicar o dinheiro. Para os que vão iniciar os investimentos no ano que vem, Cavagnari tem uma dica importante. ‘‘A melhor forma de começar é investindo em Tesouro Direto e ir se ambientando. Quando pensar em algo mais além, como ações de empresas no Mercado de Capitais, sugiro buscar uma corretora que auxiliará nesse processo’’, afirma.

Tesouro Direto é um programa nacional que tem o intuito de democratizar a compra e venda de títulos públicos federais por pessoas físicas por meio da internet. Outra alternativa para os iniciantes são as já conhecidas poupanças e rendas fixas. Poupança é uma parte da renda ou de um patrimônio que é guardado para ser utilizado em um momento futuro. Já a renda fixa, é um investimento onde o investidor concede um empréstimo acrescido de juros. ‘‘Na dúvida, fique na poupança ou renda fixa. É o caminho mais seguro’’, alerta Cavagnari.

Ainda há a possibilidade de investir em ações. Essas são parte do capital social de uma empresa. Segundo o coordenador, as ações podem ser ordinárias ou preferenciais. ‘‘Quando são ordinárias, o sócio – quem compra a ação – tem o direito de opinar sobre as decisões da empresa em assembleias. Quando são preferenciais, ele pode receber um percentual um pouco maior dos lucros auferidos, mas não tem o direito de opinar. Qualquer pessoa pode investir em ações a partir de R$ 30”.

Outra opção para começar 2020 com um pouco mais de rendimento são as criptomoedas. A moeda digital tem ganhado cada vez mais relevância no mercado financeiro, dentro e fora da internet. A mais famosa delas, a bitcoin, é considerada a primeira moeda digital mundial descentralizada que constituiu um sistema econômico alternativo. Mesmo assim, ainda é preciso ter cuidado com as corretoras. Desconfie daquelas que oferecem prêmios ou ganhos muito grandes, pois podem não ser reais e, por esse motivo, precisam ser estudadas e compreendidas por quem está investindo.

Embed HTML not available.
Créditos do Fotógrafo: Pixabay


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *