Duração: 2 anos
Turno: Diurno
Unidade: Campus Divina
Nota:
30 parcelas de
R$ 1.300,00


O Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias – UNINTER – lança uma plataforma de e-book, como forma de incentivar a produção dos mestrandos, publicando trabalhos acadêmicos de relevância realizados em suas disciplinas.

Trata-se de uma obra colaborativa e este primeiro e-book tem o título de: Temas contemporâneos em Educação.

Ele foi organizado pela Profa. Dra. Marilene S.S. Garcia, com suporte técnico do Prof. Ms. Armando Kolbe, design de criação da capa do Prof. Dr. Rodrigo Otávio Santos e prefácio da Profa. Dra. Siderly D. Almeida e Prof. Luciano F. de Medeiros.

Nessa edição, os textos exclusivos dos alunos abordam temas que são tendências em educação, visando atualizar professores em prática, estudantes e os demais alunos do Mestrado.

O livro é gratuito é você pode lê-lo aqui


Em 14 de setembro de 2018 tivemos a banca do agora mestre Luiz Cuch. Na ocasião, o recém-mestre respondeu algumas perguntas:

Por Marilene Garcia e Luciano Frontino de Medeiros

Luiz Cuch defendeu sua Dissertação de Mestrado intitulada Estudo sobre a atenção concentrada em um projeto de robótica educacional no ensino médio de escolas públicas do município de Porto União – SC do Programa de Educação e Novas Tecnologias – UNINTER –, em 14/09/ 2018, conquistando a nota máxima e abrindo caminho para uma virada profissional de sucesso após a obtenção desse título.  Fizemos a presente entrevista com ele, para saber suas impressões, suas conquistas e o que, de fato,  significou concluir esse mestrado.

  • Você consegue fazer um comparativo entre sua vida profissional, como educador, antes e depois desse Mestrado?

R: Sim, a mudança é muito significativa. O curso de mestrado possibilitou um maior aprimoramento quanto a reflexão sobre as novas perspectivas quanto o futuro da educação, o perfil dos alunos e a utilização das novas tecnologias na educação. No aspecto profissional , o mestrado profissional me proporcionou um grande conhecimento sobre novas metodologias de ensino e novas possiblidades de se trabalhar com a robótica, isso foi essencial para o crescer profissionalmente.

 

  • O que o Mestrado, na oferta de disciplinas, acrescentou ao seu referencial teórico sobre educação e novas tecnologias?

R: Sim, tanto as disciplinas como as orientações no trabalho me proporcionaram o conhecimento de outros autores, por muitas vezes quando fazemos graduação ou até mesmo especialização ficamos “presos” somente aos autores tidos como clássicos. Com o mestrado pude ampliar meu referencial teórico, principalmente no que se diz respeito aos autores que abordam o tema aprendizagem e cognição.

 

  • Que tipo de competências você constata que conseguiu adquirir e / ou desenvolver ao longo do curso?

R: Dentre as várias competências adquiridas, na minha percepção a que melhor foi desenvolvida durante estes 2 anos de estudos foi o pensamento crítico, que nos faz realizar uma análise mais rigorosa quanto uma metodologia, ferramenta ou técnica que possa vir a ser utilizada no contexto educacional.

 

 

  • A sua dissertação recebeu nota 10, ou seja, a nota máxima na defesa, quais seriam as características de sua pesquisa que levaram a este ótimo resultado?

R: Dentre os pontos que se destacam como características para a obtenção desta nota, na minha percepção estão: a) a inovação quanto à área estudada; B) a metodologia adotada, que priorizou ao máximo o rigor da pesquisa acadêmica;

 

  • O que você realizou mais ao longo desse período de estudo?

R:  Apesar das dificuldades encontradas, com o ritmo de estudos do mestrado aliado ao deslocamento de ir até um outra cidade para estudar, o mestrado possibilita ao acadêmico uma nova visão sobre a educação e o uso das tecnologias. Quanto ingressei no programa era muito “positivista” quanto ao uso das TICs na educação, o mestrado me fez refletir melhor sobre isto, hoje continuo acreditando no potencial das tecnologias, mas com mais neutralidade quanto aos seus benefícios e constato que a sua utilização precisa ser melhor pesquisada e explorada.

 

  • O que você fez para organizar sua vida e fazer as viagens a cada 15 dias para participar do curso de Mestrado?

R: Fiz o curso de mestrado sem diminuir o ritmo de trabalho, em que lecionava 40 aulas semanais em 3 instituições de ensino. No curso de mestrado temos uma carga de leitura e estudos muito grande, para apenas 1 ano de aula, para uma melhor organização do tempo utilizava as madrugadas para estudar, além de aproveitar as brechas de tempo durante o dia, além de estudar durante as 10 horas de viagem de ida e retorno até a cidade de Curitiba-PR.

 

  • O que você recomendaria aos novos alunos que queiram fazer este Mestrado em Educação em Novas Tecnologias da UNINTER?

R: Eu recomendo o curso para todos aqueles que queiram se aprimorar, o curso possui várias linhas de pesquisa, nas mais diversificadas áreas, acredito que este seja um grande diferencial.

 

  • Quais são as novas portas que poderão ou estão abrindo em sua vida após o Mestrado?

R:  O mestrado faz com que muitas portas se abram, no meu caso antes do mestrado trabalhava em 3 instituições diferentes, atualmente recebi uma proposta de uma delas para assumir mais aulas. Nesta trabalho somente com a graduação e ensino profissional.

 

  • Você pensa já em fazer o Doutorado?

R: sim, pretendo continuar pesquisando sobre a robótica educacional, no mestrado temos pouco tempo para desenvolver uma pesquisa mais ampla, por isso decidi em tentar realizar o doutorado. Estou inscrito no processo seletivo da UFPR e ainda pretendo tentar na UFSC e UEPG, programas de doutorado que possuem uma linha de pesquisa sobre tecnologias ou cognição e aprendizagem.

 

 


 

Já estão disponíveis os anais do I Encontro de Grupos de Pesquisa em Educação, Tecnologias e Design.

O encontro foi realizado dia 13 de julho de 2018 no Campus Divina Providência do Centro Universitário Internacional –  UNINTER.

Clique aqui para acessar os anais.

 


Aluno do Mestrado em Educação e Novas Tecnologias é nomeado novo líder da rede de escolas adventistas do norte do Rio Grande do Sul

Jonas Nikolay

A Comissão Diretiva da Igreja Adventista para o Norte do Rio Grande do Sul, nomeou na terça-feira (07), o novo líder da rede educacional adventista do território. O gestor Jonas Rafael Nikolay, que atuava como diretor do Colégio Adventista de São José dos Pinhais, no Paraná, foi o escolhido. Ele substitui o pastor Paulo Borba, que deixa a função após 40 anos e meio de serviços prestados à educação adventista, tendo passado por diversas cidades do Brasil.

Nikolay se formou na área de administração pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp) em 2010; fez especialização em controladoria pelo Centro Universitário Leonardo Da Vinci (Uniasselvi) e cursa o Mestrado em Educação e Novas Tecnologias na UNINTER.

Sua trajetória na organização adventista começou no Rio Grande do Sul no ano 2000, quando trabalhou como professor de informática no Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (Iacs), função que exerceu até 2003. Em 2004, foi secretário técnico da rede educacional adventista na Associação Sul-Rio-Grandense (ASR). No ano seguinte, 2005, passou a ser contador do Iacs e nos dois anos à frente, 2006 e 2007, recebeu a tarefa de ser gerente da Serviço Educacional de Lar e Saúde no território da antiga Missão Ocidental Sul-Rio-Grandense (MOSR).

Em 2008, voltou ao Iacs como tesoureiro assistente, e nos anos de 2009 e 2010, deixou o estado para ser o diretor financeiro do Instituto Adventista de Santa Catarina (Iaesc). Nos anos de 2011 a 2013, retornou ao Iacs na função de tesoureiro.

A partir de 2014, passou a atuar no Paraná, inicialmente como diretor do Colégio Adventista do Alto Boqueirão e, de 2015 em diante, diretor do Colégio Adventista de São José dos Pinhais até agora.

É casado com Liamara da Cunha Nikolay, formada em pedagogia com especialização em administração, orientação e supervisão escolar, com a qual tem uma filha, Betina Nikolay, de 3 anos.

Além da área educacional, Nikolay também será o responsável pelas áreas de Liberdade Religiosa e Ação Solidária Adventista no território.

Jonas Rafael Nikolay é orientando do professor Ademir Pinheli Mendes e defende sua dissertação ao final de 2018, com o tema Formação de professores para o uso de tecnologias educacionais nas escolas adventista de Curitiba e Região metropolitana

fonte: https://noticias.adventistas.org/pt/noticia/educacao/nomeado-novo-lider-da-rede-de-escolas-adventistas-do-norte-do-rio-grande-do-sul/

 

I ENCONTRO DE GRUPOS DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO, TECNOLOGIAS E DESIGN

13 de julho de 2018 — 14 às 21 horas

Centro Universitário Internacional Uninter

Campus Divina Providência

Rua do Rosário, 147 — Centro, Curitiba

Sala 42, Bloco I

Organização: Francieli Paes de Carvalho Castro, João Mattar e Oriana Gaio

Este Encontro tem como objetivo dar continuidade a atividades de parceria que têm sido desenvolvidas entre três grupos de pesquisa de instituições de três estados do Brasil, que têm interesses em comum:

  • GT de Educação a Distância do Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias (PPGENT) do Centro Universitário Internacional Uninter. Coordenadores: Dr. João Mattar e Dra. Siderly do Carmo Dahle de Almeida.
  • Edumídia — Educação, Comunicação e Mídias do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Coordenadoras: Dra. Dulce Márcia Cruz e Dra. Daniela Karine Ramos.
  • GPTEd — Grupo de Pesquisa em Tecnologias Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC¬–SP). Coordenadores: Dra. Ana Maria Di Grado Hessel, Dr. Cláudio André e Dr. João Mattar.

14:00 Abertura. João Mattar (PPGENT Uninter), Siderly do Carmo Dahle de Almeida (PPGENT Uninter), Daniela Ramos (PPGE UFSC) e Ana Maria Di Grado Hessel (TIDD PUC–SP).

14:15 Mesa 1

Literacia: Uma proposta de jogo digital educacional como auxílio no desenvolvimento do Sistema Alfabético de Escrita. Mestre Ricardo Kerscher. Orientador: Luciano Frontino de Medeiros. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

Tecnologias digitais na infância: um estudo das relações sociais entre as crianças durante o uso de tecnologias. Doutoranda Ana Paula Knaul. Orientadora: Daniela Karine Ramos. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

15:00 Mesa 2

Jogo digital de formação para as mídias na educação: Game Comenius Módulo 1 e versão customizável REMAR. Bolsista do Projeto Carlos Nascimento Marciano. Orientadora: Dulce Márcia Cruz. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Letramento na cultura digital: perfil midiático das/os estudantes de licenciatura presencial e a distância Doutoranda Klalter Bez Fontana Arndt. Orientadora: Dulce Márcia Cruz. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Comunidades de Práticas on line: uma atualização a partir dos contextos de Mente Estendida e Inteligência Coletiva. Doutorando Constantino Dias da Cruz Neto. Orientadora: Ana Maria Di Grado Hessel. TIDD — Tecnologias da Inteligência e Design Digital da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC–SP).

16:00 Mesa 3

MOOC para formação de gestores de polos de educação a distância. Mestrandas Francieli Paes de Carvalho Castro e Oriana Gaio. Orientador: João Mattar. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

Evasão em cursos de educação a distância. Mestrando Alcimar Roberto Kowalski. Orientador: João Mattar. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fazendo o semipresencial e sonhando com o ensino híbrido na graduação, a voz dos estudantes: uma análise comparativa de modelos pedagógicos nos cenários público e privado. Mestre Nathália Savione Machado. Orientador: João Mattar. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

17:00 Coffee Break

17:45 Mesa 4

Protocolo de intervenção gamificada para o aprimoramento das funções executivas. Bolsistas PIBIC Naomi Stange, Clarissa Venturieri e Maria Eduarda Oliveira Martins. Orientadora: Daniela Karine Ramos. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

A gamificação de uma disciplina de um curso de graduação em Pedagogia. Mestranda Ingrid Gayer Pessi. Orientador: João Mattar. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

Gamificando a disciplina de Metodologia da Pesquisa do Ensino Superior: um estudo de caso. Mestranda Patrícia da Silva Tristão. Orientador: João Mattar. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

Produção de disciplina gamificada: uma proposta de letramento midiático com aproximações entre mídia-educação e aprendizagem baseada em jogos. Mestranda Juline dos Santos. Orientadora: Dulce Márcia Cruz. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

19:00 Mesa 5

Life is Strange: uma experiência mediada de produção de narrativas críticas com jogos digitais. Mestranda Juliana Hochsprung. Orientadora: Dulce Márcia Cruz. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Newsgames e educação: desenvolvimento de GDD dos jogos jornalísticos para uma proposta mídia-educativa. Doutorando Carlos Nascimento Marciano. Orientandora: Rita de Cássia Romeiro Paulino. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

As imagens no design de jogos educativos: uma experiência com o jogo Saga dos Conselhos. Mestre Patrícia Nunes Martins. Orientadora: Daniela Karine Ramos. IFSC — Instituto Federal de Santa Catarina.

Jogos digitais e a aprendizagem de um segundo idioma. Mestranda Mariana Carreira Oliveira. Orientadora: Daniela Karine Ramos. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

20:15 Mesa 6

“Aprendizagem Baseada em Projetos” na formação dos alunos do curso de licenciatura em letras na IES salesiana: contribuições na formação docente. Doutoranda Neide Aparecida Arruda de Oliveira. Orientador: João Mattar. TIDD — Tecnologias da Inteligência e Design Digital da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC–SP).

Narrativa, autobiografia e formação de professores. Doutorando Lidnei Ventura. Orientadores: Dulce Márcia Cruz e Lauro Roberto Lostada. UDESC — Universidade do Estado de Santa Catarina.

Formar-se para formar: formação continuada de professores – em serviço – do ensino superior em metodologias ativas e ensino híbrido. Mestranda Mariane Regina Kraviski. Orientador: João Mattar. PPGENT — Programa de Pós-Graduação em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional Uninter.

21:00 Encerramento. João Mattar (PPGENT Uninter), Siderly do Carmo Dahle de Almeida (PPGENT Uninter), Daniela Ramos (PPGE UFSC) e Ana Maria Di Grado Hessel (TIDD PUC–SP).

 


Início das atividades de docência orientada.

No dia 22 de maio, as mestrandas do Programa de Mestrado em Educação Profissional e Novas Tecnologias, Irene Zangalli e Patricia Mikalixen sob a orientação do Professor Doutor Ademir Mendes Pinhelli, iniciaram as suas atividades de Docência Orientada, que é um dos pré-requisitos do programa.

O desenvolvimento da Docência está sendo com os alunos de Graduação em diversas áreas, do Polo UNINTER- Carlos Gomes, com o desenvolvimento do Portfólio e Artigo Científico.

Os alunos estão satisfeitos e motivados com as ações das mestrandas.


Professor Rodrigo Otávio dos Santos é entrevistado por repórteres mirins:

Dia 28 de maio o professor do Mestrado em Educação e Novas Tecnologias da Uninter foi entrevistado na rádio escola da Escola Municipal Foz do Iguaçú, no bairro Santa Felicidade em Curitiba.

Os alunos, muito curiosos, queriam saber mais sobre Histórias em Quadrinhos e aproveitaram o professor de Educomunicação para sanar algumas de suas dúvidas.

Após a entrevista na rádio, o professor participou de sessões de perguntas e respostas em três salas de aula da escola.

Professor Rodrigo sendo entrevistado na Rádio escola do colégio Foz do Iguaçu e o professor Rodrigo

Alunos da Escola Foz do Iguaçú

 


Professora Marilene Garcia em evento sobre metodologias ativas:

No dia 19 de maio, no auditório do campus Cidade Universitária da UNIP, ocorreu o Evento Científico de Letras, que abordou o tema Metodologias ativas e tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC).

O tema  desenvolvido nas palestras Aprendizagens mediadas por tecnologias exigem projetos de metodologias ativas. Vamos refletir sobre eles?, com a professora da Uninter Marilene Garcia, e Educação linguística por meio da tecnologia, com a professora da UFMS Nara Hiroko Takaki. Ambas as palestras foram mediadas pela professora da UNIP Mônica dos Santos Mandaji.

O encontro contou com aproximadamente 500 participantes entre alunos da graduação de Letras dos campi da capital, Campinas e Sorocaba, e da pós-graduação lato sensu do campus São José dos Campos, além de estudantes dos cursos de Psicologia, Pedagogia e Design e de polos da capital. Toda a programação foi transmitida aos polos do EaD, inclusive a alunos de Letras EaD e do curso presencial do campus Santos, acompanhados de sua coordenadora, Florcema Bacelar, e das professoras Denise Durante, Monique Angelica Sampaio e Claudia da Cruz Menezes.

Professora Marilene Garcia

Professora Marilene Garcia

 

 


O Programa de Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias convida para a defesa de dissertação de mestrado:

O “ ESTADO DA ARTE” EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE: UM ESTUDO EM TESES E DISSERTAÇÕES DE 2014 A 2017.

Aluno: Leandro Aparecido do Prado

Banca: Professores Doutores
Prof. Dr. Mario Sérgio Cunha Alencastro (Presidente-Orientador – PPGENT/ UNINTER).
Prof. Dr. Anor Sganzerla (Integrante Externo – PUC/PR).
Prof.a Dra. Siderly Almeida (Integrante Interno Titular- PPGENT/ UNINTER).
Prof.a Dra. Joana Paulin Romanowski (Integrante Interno Suplente – PPGENT/ UNINTER).

Data / horário: 04/05/2018 às 14h

Local: Sala 31, 3º Andar, Bloco A, Centro Universitário Internacional UNINTER, à Rua do Rosário, 147- Centro, Curitiba-PR.

_____________________________________________________

O Programa de Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias convida para a defesa de dissertação de mestrado:

FORMAÇÃO DO DOCENTE NO CONTEXTO DA SUA PRÁTICA: PERSPECTIVAS E AÇÕES DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL I

Mestranda: Melanie Bordignon da Cruz

Banca: Professores Doutores
Prof.a Dra. Lua Wunsch (Presidente – Orientador – PPGENT/ UNINTER)
Prof.a Dra. Glaucia da Silva Brito (Integrante Externo/UFPR)
Prof. Dr. Celso Rogério Klammer (Integrante Externo/Universidade Positivo)
Prof. Dr. Ivo José Both (Integrante Interno Titular – PPGENT/UNINTER)
Prof. Dr. Luciano Frontino de Medeiros (Integrante Interno Suplente – PPGENT/UNINTER)

Data / horário: 04/05/2018 às 14h
Local: Sala 32, 3º Andar, Bloco A, Centro Universitário Internacional UNINTER, à Rua do Rosário, 147- Centro, Curitiba-PR.