Duração: 2 anos
Turno: Diurno
Unidade: Campus Divina
Nota:
30 parcelas de
R$ 1.300,00

HISTÓRICO

Dentre as questões que se colocam como centrais no contexto da educação brasileira, destaca-se a formação de professores, razão pela qual, historicamente, tem se constituído em amplo campo de debates e pesquisas, resultando na sistematização de políticas públicas, programas, propostas de governo e produções técnico-científicas. Evidenciando a ênfase em tal temática e apontando direções para o enfrentamento das demandas envolvidas com a mesma, destacamos, das memórias do GT08 Formação de Professores (ANPEd, 2013), a seguinte colocação: “No período de 1992-1993 tomou impulso a ideia de reconfigurar, o então GT Licenciatura, com a finalidade de chegar a contornos mais nítidos de uma outra identidade teórico-metodológica. (…) Constatou-se que o percurso da pesquisa do então GT Licenciatura movimentou-se na busca pela articulação de estudos que envolviam a formação, o trabalho e a identidade docente.

A partir da constatação da mudança na realidade no campo de pesquisa, decide-se pela modificação da denominação do GT, que passou a ser chamado de Formação de Professores. Com essa perspectiva mais ampliada e plural, entende-se como objeto global do campo de pesquisa sobre formação de professores o estudo do processo de construção, desenvolvimento e aprofundamento do conhecimento e das competências necessárias ao exercício da profissão de ensinar, seus impactos e resultados.” O redimensionamento do foco e da abrangência das pesquisas no campo da formação docente, apontados pela citação acima, reafirmam a necessidade de verticalização da produção de conhecimentos que considerem os desafios postos, atualmente, no contexto educacional.

Torna-se evidente, neste sentido, a necessidade do implemento de investigações que abordem as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), mais especificamente, as concepções e usos estabelecidos pelos professores e alunos relativos a tais recursos, nos processos de ensino aprendizagem, quer na educação presencial, quer na educação a distância. Contudo, se, nas últimas décadas, podemos acompanhar no contexto educacional um crescimento no uso das novas tecnologias, tal crescimento não corresponde, na mesma proporção, ao desenvolvimento de pesquisas necessárias para que tais recursos possam impactar na melhoria da qualidade de ensino no Brasil.

LINHAS DE PESQUISA

O Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias é formado por uma Linha de Pesquisa e três Grupos de Trabalho, os quais abrangem os Projetos desenvolvidos pelos professores conforme suas especificidades.

Formação Docente e Novas Tecnologias na Educação

Descrição: Investigar a formação inicial e continuada nos diferentes níveis e espaços de educação, referenciadas pelas relações sócio-políticas, históricas e culturais para o alcance da docência. A construção da identidade do professor mediante as trajetórias de formação, produção de saberes e aprendizagem docente, buscando o desenvolvimento em nível profissional. Os temas que serão abordados na formação docente envolvem desafios ao nível das concepções, das atitudes, da ação e da interlocução dos próprios estilos de novos saberes. Investigar a influência das Novas Tecnologias na relação ensino-aprendizagem, relativa tanto como no suporte aos procedimentos já estabelecidos quanto à concepção de processos inovadores, visando à aquisição e à reinvenção de competências diferenciadas pelos docentes durante sua formação profissional. Contempla, ainda, a elaboração de plataformas e modelos inovadores em educação, baseados nas Novas Tecnologias de Informação e Comunicação.

OBJETIVOS

Geral

Formar e qualificar profissionais para a docência na Educação Básica e Ensino Superior, comprometidos com o processo de transformação da sociedade brasileira, que articulem o saber acadêmico, pesquisa e prática educativa, na produção e difusão de novos conhecimentos relativos à formação docente e às novas tecnologias.

Específicos

  • Contribuir para a formação de profissionais da educação a fim de que os mesmos realizem análises críticas no contexto educacional da sociedade contemporânea e atuem na transformação do tecido social em que se insere;
  • Formar profissionais e docentes pesquisadores para atuar no ensino, pesquisa e extensão, com domínio dos processos de investigação científica;
  • Desenvolver uma visão crítica do ensino, a fim de que os mestrandos analisem os discursos, produzam conhecimento e elaborem novos métodos e práticas educativas;
  • Formar docentes, para que atuem, sistematicamente, na educação básica e superior, visando ao desenvolvimento de estudos relativos aos problemas educacionais do mundo contemporâneo;
  • Assegurar a articulação do ensino e da pesquisa com a problemática educacional brasileira e institucional;
  • Produzir conhecimentos em ambiência universitária presencial, que possibilitem condições permanentes de formação e qualificação dos graduados da região sul e em âmbito nacional;
  • Estabelecer integração entre as áreas da ciência que participam da produção de conhecimentos voltados ao campo educacional, a partir da elaboração de pesquisas multidisciplinares e transdisciplinares, com responsabilidade social em acordo com os princípios éticos;
  • Fomentar a produção e difusão do conhecimento acadêmico, articulado à qualificação para o trabalho docente, com o uso de tecnologias.