D√ļvidas Frequentes


O QUE √Č A CPA

A sigla significa ‚ÄúComiss√£o Pr√≥pria de Avalia√ß√£o‚ÄĚ, e trata-se do √≥rg√£o do UNINTER que tem por finalidade coordenar a execu√ß√£o da Avalia√ß√£o Institucional na IES, segundo crit√©rios estabelecidos pelo Sistema Nacional de Avalia√ß√£o da Educa√ß√£o Superior ‚Äď SINAES (Lei n¬ļ 10.861, de 14/04/2004) objetivando a melhoria da qualidade da educa√ß√£o superior, o aumento permanente de sua efic√°cia institucional e efetividade acad√™mica e social.


QUAL A COMPOSIÇÃO DA CPA?

a Comissão Própria de Avaliação do UNINTER é formada por 01 presidente, 03 representantes do corpo docente, 03 representantes técnico-administrativos, 04 representantes do corpo discente, 03 representantes da comunidade externa, sendo 01 da sociedade civil organizada e 02 alunos egressos.


COMO √Č FEITA A ESCOLHA DOS REPRESENTANTES?

para cada segmento é adotado um procedimento diferenciado, o presidente é designado pela Reitoria da Instituição, os docentes são escolhidos mediante eleição entre os professores da IES; os técnicos-administrativos, os discentes e os egressos, são escolhidos por meio de um processo de seleção, mediante candidatura e entrevista; esses processos são amplamente divulgados entre os respectivos segmentos acadêmicos, para que o máximo de indivíduos possam conhecer e participar do processo. A formalização da participação do representante da sociedade civil organizada é feita por meio de convite.


COM QUE FREQU√äNCIA OCORRE A REUNI√ÉO ORDIN√ĀRIA DA COMISS√ÉO?

o regulamento interno da CPA, estabelece que seja realizada uma reuni√£o mensal, no entanto, devido √† frequ√™ncia de avalia√ß√Ķes externas (momento esse, em que √© solicitada a presen√ßa dos representantes), pode ocorrer que as reuni√Ķes ordin√°rias da CPA ocorram com maior espa√ßo de tempo.


COM QUE FREQU√äNCIA OCORRE A REUNI√ÉO DA CPA COM COMISS√ēES DE AVALIA√á√ÉO EXTERNA?

as reuni√Ķes da CPA com representantes do MEC/INEP ocorre sempre que h√° processos de avalia√ß√£o externa com visitas in loco, s√£o eles: credenciamento e recredenciamento da IES; reconhecimento e renova√ß√£o de reconhecimento de curso; recredenciamento da modalidade EAD, e recredenciamentos de polo;. Essas visitas seguem uma rotina processual independente umas das outras, desse modo, pode ocorrer que n√£o haja uma avalia√ß√£o externa por meses, mas tamb√©m, pode acontecer que se tenha duas ou mais avalia√ß√Ķes externas sendo realizadas no mesmo dia ou semana.


OS REPRESENTANTES RECEBEM RECURSOS FINANCEIROS PARA FAZEREM PARTE DA CPA?

não, a atuação dos representantes na CPA é voluntária, o que possibilita maior autonomia dos mesmos, para realizar uma análise independente, e quando necessário, exercer livremente seu direito ao contraditório e à crítica.


DE QUE MODO O REPRESENTANTE COLABORA PARA O PROCESSO DE AVALIAÇÃO NA INSTITUIÇÃO?

o representante √© um elo entre a CPA e o segmento que representa, sua colabora√ß√£o se d√° de diferentes formas e em variados momentos. Durante sua atua√ß√£o cotidiana, ele fica atento √†s demandas que surgem no contato com seus pares, bem como, na rotina de atividades que realiza no seu ambiente, essa postura contribui para uma percep√ß√£o da realidade de seu segmento, que √© oportunamente apresentada nas reuni√Ķes ordin√°rias da CPA. Os representantes tamb√©m atuam como uma inst√Ęncia fiscalizadora do trabalho realizado pelo N√ļcleo T√©cnico, monitorando os resultados das avalia√ß√Ķes, avaliando o andamento das atividades da equipe, sugerindo ajustes no processo de avalia√ß√£o interna. Tamb√©m colaboram para a divulga√ß√£o dos resultados da CPA entre seus pares, bem como, sua atua√ß√£o como membros da Comiss√£o em meio √† comunidade acad√™mica, contribui para a forma√ß√£o e fortalecimento de uma cultura avaliativa no UNINTER. Os representantes ainda possuem um importante papel perante os processos de avalia√ß√£o externa, expondo √†s comiss√Ķes a forma como atuam na CPA, e garantindo a lisura do processo de avalia√ß√£o interna na IES.


O QUE √Č O N√öCLEO T√ČCNICO DA CPA?

o n√ļcleo t√©cnico √© a inst√Ęncia operacional da CPA, ele √© composto pelo presidente da Comiss√£o, que atua como coordenador da equipe e serve de elo entre o grupo de representantes e o n√ļcleo t√©cnico. Esse √ļltimo, tamb√©m √© composto por dois docentes, que atuam em tarefas estrat√©gicas e anal√≠ticas, e com duas t√©cnico-administrativas, que desenvolvem as rotinas operacionais. Os professores possuem um v√≠nculo de 40h com a IES, e a carga hor√°ria que n√£o exercem nos cursos, s√£o destinadas √†s atividades na CPA, j√° as colaboradoras t√©cnico-administrativas, possuem uma dedica√ß√£o integral ao trabalho na Comiss√£o.


COMO √Č ORGANIZADO O PROCESSO DE AVALIA√á√ÉO INTERNA?

a autoavalia√ß√£o no UNINTER procura seguir fielmente as diretrizes do MEC e do INEP, para tanto, o projeto de avalia√ß√£o institucional da CPA (p. 15-38) apresenta os indicadores que ser√£o verificados, todos eles, reproduzindo a estrutura de ‚Äúeixos avaliativos‚ÄĚ do instrumento de avalia√ß√£o institucional externa (de agosto de 2014), utilizado pelo MEC/INEP para os processos de credenciamento e recredenciamento institucional. O projeto da CPA (p. 14), estabelece ainda, que os eixos ser√£o avaliados forma c√≠clica, tamb√©m, em acordo com o estabelece o INEP (nota t√©cnica N¬ļ 65 de 2015).

S√ćNTESE DOS EIXOS DE AN√ĀLISE ‚Äď CICLO AVALIATIVO 2015-2017

ANO

EIXO DE AN√ĀLISE

2015

EIXO
1 ‚Äď Planejamento e Avalia√ß√£o Institucional

EIXO
2 ‚Äď Desenvolvimento Institucional

EIXO
5 ‚Äď Infraestrutura F√≠sica

2016

EIXO
1 ‚Äď Planejamento e Avalia√ß√£o Institucional

EIXO
3 ‚Äď Pol√≠ticas Acad√™micas

EIXO
4 ‚Äď Pol√≠ticas de Gest√£o

2017

Todos
os 05 eixos do instrumento de avaliação institucional externa


COMO SÃO AVALIADOS OS EIXOS E SEUS INDICADORES?

A forma como se efetua o levantamento dos dados pode variar dependendo da a√ß√£o avaliativa em quest√£o. Caso se esteja avaliando a atividade docente ou discente, as condi√ß√Ķes de ensino ou trabalho, por exemplo, a coleta das informa√ß√Ķes √© realizada por meio de question√°rio composto por quest√Ķes objetivas e abertas. Por outro lado, se o foco da avalia√ß√£o √© o desempenho de um determinado setor ou √°rea da institui√ß√£o, o levantamento dos dados pode ser feito utilizando question√°rios e tamb√©m uma an√°lise documental e/ou uma mensura√ß√£o quantitativa de quesitos espec√≠ficos (censo). A CPA disp√Ķe de sistema de avalia√ß√£o pr√≥prio, que permite o cadastramento, aplica√ß√£o e tabula√ß√£o dos resultados das pesquisas. A maioria das pesquisas s√£o realizadas on-line, a partir do acesso dos pesquisados ao AVA Univirtus.


COMO √Č FEITO O PLANEJAMENTO DAS ATIVIDADES DA CPA?

Ele √© realizado em duas circunst√Ęncias, primeiramente, antes do in√≠cio do ano letivo √© planejado um cronograma das principais atividades a serem desenvolvidas durante o seu decorrer, participam deste momento a CPA e os dirigentes da Institui√ß√£o. Al√©m do planejamento anual, tamb√©m √© realizado um plano de a√ß√£o pr√©vio para cada um dos processos avaliativos executados ao longo do ano. Nesse momento, s√£o discutidos e definidos o formato e o conte√ļdo dos instrumentos de coleta de dados (question√°rios), e caso seja necess√°rio, √© realizada uma adequa√ß√£o das datas previstas no cronograma para sua execu√ß√£o. Al√©m do N√ļcleo T√©cnico, tomam parte do planejamento individualizado das pesquisas e avalia√ß√Ķes, os principais respons√°veis pela √°rea envolvida na a√ß√£o, como coordenadores de curso, gestores de setores, etc.


NA MODALIDADE A DIST√āNCIA, QUAIS S√ÉO OS PROCESSOS AVALIATIVOS QUE A CPA REALIZA AO LOGO DO ANO, QUE ENVOLVEM A PARTICIPA√á√ÉO DOS SEGMENTOS ACAD√äMICOS?

Processos Avaliativos

Perfil
Socioecon√īmico

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Trabalho do Corpo Docente

Ambiente
Acadêmico

Disciplinas
– UTA A

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Trabalho de Tutores de Polo

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Trabalho de Coordenadores de Polo

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Ensino para o Corpo Discente – P√≥s Lato
Sensu

Disciplinas
– UTA B

Infraestrutura
Física e Tecnológica

Educação
de Jovens e Adultos – EJA

Disciplinas
– UTA C

Processos Avaliativos de Aplicação Permanente

Disciplinas
РPós Lato Sensu РEAD

Perspectiva
Profissional do Aluno Egresso da Gradua√ß√£o ‚Äď (usando
dados do setor de Egressos)


NA MODALIDADE PRESENCIAL, QUAIS SÃO OS PROCESSOS AVALIATIVOS QUE A CPA REALIZA AO LOGO DO ANO, QUE ENVOLVEM A PARTICIPAÇÃO DOS SEGMENTOS ACADÊMICOS?

Processos Avaliativos

Perfil
Socioecon√īmico

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Trabalho do Corpo Docente

Ambiente
Acadêmico

Desempenho
Docente – 1¬ļ Quadrimestre

Desempenho
Docente – 1¬ļ Semestre

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Trabalho do Corpo T√©cnico-administrativo

Perfil
e Condi√ß√Ķes de Ensino para o Corpo Discente – P√≥s Lato
Sensu

Desempenho
Docente – 2¬ļ Quadrimestre

Infraestrutura
Física e Tecnológica

Desempenho
Docente – 2¬ļ Semestre

Desempenho
Docente – 3¬ļ Quadrimestre

Processos Avaliativos de Aplicação Permanente

Desempenho
Docente РPós Lato Sensu РPSC

Perspectiva
Profissional do Aluno Egresso da Graduação РPSC


DE QUE MODO A CPA CONVOCA OS SEGMENTOS ACADÊMICOS PARA PARTICIPAREM DOS PROCESSOS AVALIATIVOS?

s√£o realizadas a√ß√Ķes de divulga√ß√£o por meio de diferentes canais de comunica√ß√£o, tais como, elabora√ß√£o de e-flyers que s√£o enviados por mensagens de e-mail para o p√ļblico-alvo; envio de SMS para os celulares dos alunos (essas duas primeiras a√ß√Ķes, s√£o realizadas em parceria com o Departamento de Marketing); os processos avaliativos tamb√©m s√£o divulgados na p√°gina da CPA na Internet; s√£o elaborados informativos que s√£o fixados nos murais das salas de aula ou das √°reas de conviv√™ncia dos Campi. S√£o tamb√©m comunicados os atores-chave do processo, como os coordenadores de curso, gestores de polo, gestores de setor, professores, tutores, etc., para que possam comunicar aos seus pares, e quando for o caso, aos alunos, sobre a realiza√ß√£o do processo avaliativo. Essa comunica√ß√£o √© feita de diferentes formas, seja por via oral, em um contato direto, ou por meio de divulga√ß√£o nas aulas e teleaulas, e ainda, em postagens realizadas nas p√°ginas dos cursos no Facebook.


QUAL A PROPORÇÃO DE PARTICIPAÇÃO DOS SEGMENTOS AVALIADOS NOS PROCESSOS AVALIATIVOS DA CPA?

importante sempre mencionar que no UNINTER, diferente do que ocorre em muitas IES, a participa√ß√£o nas pesquisas e avalia√ß√Ķes da CPA √© facultativa, ou seja, n√£o √© obrigat√≥ria. Isso decorre de uma delibera√ß√£o interna, considerando a rela√ß√£o positiva entre o papel do processo avaliativo dentro do Centro Universit√°rio, a cria√ß√£o de uma cultura avaliativa, e a disposi√ß√£o do respondente em colaborar com a qualidade do ensino e servi√ßos ofertados pela Institui√ß√£o. Isso posto, a propor√ß√£o de participantes nos processos avaliativos, em m√©dia fica entre 35% e 45% do p√ļblico-alvo. Em avalia√ß√Ķes feitas com colaboradores (professores, tutores, etc.), a participa√ß√£o √© maior e mais constante, geralmente por volta de 70%; j√° nos procedimentos realizados com os alunos, a representatividade √© menor e mais vari√°vel, oscilando entre 20% a 60% do p√ļblico-alvo. Em uma avalia√ß√£o do EAD, mesmo que houvesse apenas 10% de participa√ß√£o, seriam mais de 10.000 respondentes, e como a CPA do UNINTER trabalha com processos avaliativos n√£o-probabil√≠sticos por conveni√™ncia, as amostras s√£o estatisticamente v√°lidas para quase a grande maioria das necessidades de agrega√ß√£o de resultados.


COMO SÃO APRESENTADOS OS DADOS COLETADOS EM UM PROCESSO AVALIATIVO?

realizada a etapa de coleta de dados √© iniciado o processo de tabula√ß√£o e an√°lise, esse trabalho resulta em um RELAT√ďRIO GERENCIAL, no qual s√£o apresentados todos os resultados do procedimento avaliativo, como tamb√©m, uma an√°lise dos dados coletados ressaltando as potencialidades e fragilidades do objeto da investiga√ß√£o. O relat√≥rio cont√©m uma contextualiza√ß√£o dos resultados propiciando a interpreta√ß√£o correta dos resultados obtidos. Nos relat√≥rios gerenciais, os dados s√£o agregados de acordo com a necessidade de cada processo avaliativo, sempre s√£o expostos, os resultados agregados de toda a IES, agregados por Escola Superior, e agregados por curso; e dependendo do caso, os dados tamb√©m s√£o agregados por docente, disciplina e polo. No caso das repostas das quest√Ķes abertas, √© elaborada uma compila√ß√£o dos coment√°rios, agregados por Escola Superior e cursos.


DE QUE MODO A CPA DIVULGA SEUS RESULTADOS?

finalizados os relat√≥rios gerenciais, eles s√£o inicialmente repassados por e-mail para os dirigentes do Centro Universit√°rio Internacional ‚Äď UNINTER e aos gestores das √°reas avaliadas. Os Documentos tamb√©m s√£o disponibilizados em uma pasta de rede na intranet institucional (Diret√≥rio: ‚ÄúESPECIAIS (X:)‚ÄĚ, pasta ‚ÄúCPA-RELAT√ďRIOS‚ÄĚ), na qual a CPA mant√©m um acervo de toda a sua documenta√ß√£o para consulta permanente dos gestores da IES. Os relat√≥rios gerenciais e outros documentos da Comiss√£o, s√£o disponibilizados na p√°gina da CPA na internet (http://www.uninter.com/cpa/, campo ‚ÄúRESULTADOS‚ÄĚ), de modo que toda a comunidade interna e externa, tenha acesso ao seu conte√ļdo. Tamb√©m s√£o divulgados resultados sintetizados por meio de boletins informativos que s√£o fixados nos murais e √°reas de conviv√™ncia dos campi. Os Informativos com os resultados das avalia√ß√Ķes da educa√ß√£o a dist√Ęncia tamb√©m s√£o enviados por e-mail aos polos de apoio presencial para divulga√ß√£o √† comunidade acad√™mica local. Durante os processos avaliativos, no cabe√ßalho dos question√°rios √© apresentado um link, que tamb√©m direciona os respondentes para a p√°gina do site da CPA, em que est√° postado o relat√≥rio da avalia√ß√£o anterior. H√° ainda, formas de divulga√ß√£o individualizada, como no caso da avalia√ß√£o do Corpo Docente pelos alunos, em que os professores recebem de forma individual e sigilosa seus resultados.


COMO A CPA TRABALHA COM OS RESULTADOS DAS AVALIA√á√ēES EAD JUNTO AOS POLOS?

nas avalia√ß√Ķes que possuem uma avalia√ß√£o de aspectos diretamente relacionados aos polos (como infraestrutura e tutoria local), a CPA elabora um tratamento de dados, agregando os resultados por polo. Desse modo, a consolida√ß√£o dessas informa√ß√Ķes permite identificar os PAP que possuem uma avalia√ß√£o mais e menos favor√°vel. O contato com os polos que apresentam alguma fragilidade, e o acompanhamento de a√ß√Ķes de melhoria, √© feito pela Gest√£o Acad√™mica de Polos ‚Äď GAP, inst√Ęncia institucional respons√°vel por intermediar a rela√ß√£o dos setores e √≥rg√£os da IES, com os PAP. J√° dentro do √Ęmbito do Programa de Monitoramento de A√ß√Ķes ‚Äď PMA, a CPA recebe e verifica os planos de a√ß√£o da GAP, onde s√£o descritas as a√ß√Ķes realizadas junto aos polos, em fun√ß√£o dos resultados gerados pela CPA.


NO UNINTER, S√ÉO REALIZADAS A√á√ēES EM FUN√á√ÉO DOS RESULTADOS DA CPA?

em 2012, o credenciamento do Centro Universit√°rio gerou um incremento do procedimento de monitoramento das a√ß√Ķes em fun√ß√£o dos resultados das avalia√ß√Ķes, que j√° acontecia na IES desde 2010. Com o apoio direto da Reitoria, houve uma paulatina amplia√ß√£o da abrang√™ncia do processo, permitindo que ele hoje englobe todos os cursos da IES, os diferentes setores com v√≠nculo direto com a atividade acad√™mica, e tamb√©m, as avalia√ß√Ķes externas realizadas periodicamente pelo MEC. Em 2016 o ‚Äúsistema de acompanhamento de a√ß√Ķes preventivas e corretivas‚ÄĚ, passa por ajustes no seu processo e passa a se chamar ‚ÄúPrograma de Monitoramento de A√ß√Ķes ‚Äď PMA ‚ÄĚ. Sua rotina compreende que ap√≥s cada processo de avalia√ß√£o interna ou externa, as √°reas avaliadas fazem uma verifica√ß√£o dos relat√≥rios gerados, a fim de buscar fragilidades que possam proporcionar alguma oportunidade de melhoria. Feita essa an√°lise, os respons√°veis pelas √°reas avaliadas, em conjunto com os demais setores da IES (se necess√°rio), formulam uma proposta para sanar a fragilidade encontrada. Nesse momento √© preenchido o plano de a√ß√£o, documento que fica permanentemente depositado na pasta do Acervo Institucional na intranet, e que √© atualizado ap√≥s cada processo avaliativo. Desse modo, ao longo do ano, se estabelece uma rotina de acompanhamento dos resultados da autoavalia√ß√£o, e estabelecimento de inciativa institucionais a partir desses dados. A CPA mant√©m tamb√©m compila√ß√Ķes atualizadas desses planos, para verifica√ß√£o pela pr√≥pria Comiss√£o, e de avaliadores externos.


DE QUE MODO A CPA TRABALHA COM OS RESULTADOS DAS AVALIA√á√ēES EXTERNAS?

em rela√ß√£o aos indicadores dos processos que fazem refer√™ncia direta √† CPA, sempre que necess√°rio, s√£o feitas a√ß√Ķes para sanar alguma inconsist√™ncia ou adotar um procedimento que venha a otimizar a atividade de autoavalia√ß√£o na IES. A CPA entende que as reuni√Ķes com as comiss√Ķes de avalia√ß√£o externa, e os pr√≥prios processos, s√£o o principal momento de meta-avalia√ß√£o, uma oportunidade para avaliar o processo avaliativo da IES. Nas demais avalia√ß√Ķes externas (de cursos, da IES, e no ENADE), a CPA trabalha monitorando os resultados e as a√ß√Ķes que s√£o estabelecidas pelos setores respons√°veis pelas √°reas avaliadas, em fun√ß√£o de algum resultado insatisfat√≥rio.


QUANTO TEMPO A CPA DEIXA UMA PESQUISA DISPON√ćVEL PARA RESPOSTAS?

o cronograma da CPA prop√Ķe que o processo avaliativo fique dispon√≠vel para o p√ļblico-alvo por um per√≠odo de 15 dias, mas esse tempo pode ser um pouco menor ou maior, dependendo do volume de participa√ß√£o nos procedimentos. Aspecto esse, que √© monitorado diariamente pelo N√ļcleo T√©cnico.


O QUE √Č ANALISE BIVARIADA?

a an√°lise bivariada (tamb√©m conhecida como cruzamento de quest√Ķes) consiste em examinar simultaneamente as respostas de duas quest√Ķes diferentes, com o objetivo de pesquisar influ√™ncias, causalidades ou coincid√™ncias. O significado das quest√Ķes que se comparam guia a sua escolha e a an√°lise estat√≠stica permite indicar se os dados confirmam ou n√£o as ideias que deflagraram as compara√ß√Ķes.

Copyright © Grupo UNINTER. Todos os direitos reservados.