Do folhetim para a vida: a influência das telenovelas no consumo de produtos e serviços de beleza

Anna Claudia Soares, Ana Paula Heck

Resumo


Desde o seu surgimento, a telenovela encantou os espectadores, é um dos produtos culturais que conquistou seu espaço no cotidiano dos brasileiros, considerada fonte de entretenimento, mas de inspiração acerca de comportamentos, valores e também hábitos para todos os espectadores. Levando em consideração a importância do folhetim televisivo, esta pesquisa tem como objetivo principal, investigar qual a influência que as telenovelas têm sobre pessoas do gênero feminino com relação ao consumo de produtos e serviços de beleza. Para isto, foi realizado um estudo experimental e utilizada a metodologia quantitativa através da qual foram entrevistadas duzentas e cinquenta e nove pessoas de Curitiba e região metropolitana através de questionários distribuídos online, através de redes sociais, e em salões de beleza. O objetivo foi investigar qual é o nível de influência das novelas, suas protagonistas e também das táticas de merchandising nas decisões acerca do consumo de produtos e serviços relacionados à beleza e estética como cortes e cores de cabelo, maquiagem, manicure e cosméticos de maneira geral. Com esta pesquisa foi possível perceber que as entrevistadas se sentem influenciadas pelas novelas e que os produtos lançados, estrelados e utilizados pelas personagens das tramas são os mais desejados e consumidos pelas entrevistadas.

DOI: http://dx.doi.org/10.21882/ruc.v5i8.673

Recebido em: 02/03/2017

Aceito em: 20/06/2017

 


Referências


ANDRADE, Roberta Manuela Barros de. O fascínio de Sherazade: Os usos sociais da telenovela. São Paulo: Annablume, 2003.

BARBERO, Martín J; REY, Germán. Os Exercícios do Ver: hegemonia audiovisual e ficção televisiva. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2004.

BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin. Cultura Consumo e Identidade. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BLESSA, Regina. Merchandising no Ponto-de-Venda. São Paulo: Atlas, 2009.

CAMPEDELLI, Samira Youssef. A telenovela. São Paulo: Ática, 1985.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo: Comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DIEHL, Astor Antônio; TANTIN, Denise Carvalho. Pesquisas em ciências sociais aplicadas: Métodos e técnicas. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

FILHO, Daniel. O Circo Eletrônico: Fazendo TV no Brasil. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor Ltda., 2003.

FULGENCIO, Cesar Paulo. Glossário Vade Macum: administração pública, ciências contábeis, direito, economia, meio ambiente: 14 000 termos e definições. Rio de Janeiro, Mauad X, 2007.

GADE, Christiane. Psicologia do Consumidor e da Propaganda. São Paulo: EPU, 1998.

HAMBURGER, Esther. O Brasil Antenado: A sociedade da novela. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

HECK, Ana Paula. Uma ideia e um escrúpulo: a apropriação de Capitu como experiência educomunicativa. 253 p. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Setor de Artes, Comunicação e Design, UFPR, Curitiba: 2014. Disponível em: < https://goo.gl/QT1tSX >. Acesso em: 25/10/2015.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia – estudos culturais: identidade política entre o moderno e o pós-moderno. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

LEWIS, Herschell Gordon; NELSON, Carol. Advertising Age: Manual de publicidade. São Paulo: Nobel, 2001.

LOPES, Maria Immacolata Vassallo., BORELLI, Sílvia Helena Simões, RESENDE, Vera da Rocha. Vivendo com a telenovela: mediações, recepção teleficcionalidade. São Paulo: Summus, 2002.

McCOMBS, M. Setting the Agenda: The Mass Media and Public Opinion. Cambridge, Inglaterra: Polity Press, 2004.

MORAIS, Fernando. Chatô: O Rei do Brasil. São Paulo: Schwarcz Ltda., 2009.

PAIXÃO, M. V. Pesquisa e planejamento de marketing e propaganda. Curitiba: IBPEX, 2011.

RIBEIRO, Ana Paula et al. História da Televisão no Brasil: do início aos dias de hoje. São Paulo: Contexto, 2010.

SODRÉ, Muniz. A máquina de Narciso. São Paulo: Cortez, 1990.

SOLOMON, Michael R. O Comportamento do Consumidor: Comprando, possuindo, sendo. Porto Alegre: Bookman, 2008.

SOUZA, Jésus Barbosa de. Meios de comunicação de massa jornal, televisão, rádio. São Paulo: Scipione, 1996.

VERONEZZI, José Carlos. Mídia de A a Z. São Paulo: Pearson, 3ªEd.2009.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .