Do digital para o impresso: automação e gatekeeper no contrafluxo da tecnologia

Alexsandro Teixeira Ribeiro

Resumo


O artigo busca realizar uma análise, sob a teoria do gatekeeper, das rotinas jornalísticas envolvidas na produção do jornal The Long Good Read, projeto idealizado pelo jornal britânico The Guardian e circulado na área específica da cafeteria do jornal. Busca-se também analisar a atuação dos leitores nas escolhas dos temas e textos a serem veiculados nas edições do periódico. Quase inteiramente automatizado, ou seja, editado e diagramado em quase sua totalidade por algoritmos, a proposta do jornal era de veicular reportagens publicadas no The Guardian, escolhidas pelos leitores por meio de algoritmos que identificavam os textos mais lidos e compartilhados nas redes sociais.

DOI: http://dx.doi.org/10.21882/ruc.v4i7.649

Recebido: 18/08/2016

Publicado: 07/12/2016



Referências


ARNOLD, Naomi. The Cautiosly hpeful re-naissance of longform journalism: a report for the Robert Bell travelling scholarship in jounalism. New Zeland: University of Canterbury, 2014.

BELOCHIO, Viviane de Carvalho. Jornalismo em contexto de convergência. Implicações da distribuição multiplataforma na ampliação dos contratos de comunicação dos dispositivos de Zero Hora. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2012. Capítulo 6 – Procedimen-tos metodológicos. p. 100-116.

BRUNS, Axel. Gatekeeping, gatewathing, rea-limentação em tempo real: novos desafios para o Jornalismo. Brazilian Journalism Research, V. 7, n. 1, 2011. Brasília: UNB, 2011.

CATT, Dan. On Algorithmic Newspapers and Publishing. 3 nov 2013a. Disponível em Acesso em: 27 dez 2014.

____________ . Introduction In: The Long Good Read, n. 2, 18 nov 2013b. Disponível em Acesso em: 3 jan 2015.

____________ . Introduction In: The Long Good Read, n. 4, 2 dez 2013c. Disponível em Acesso em: 3 jan 2015.

____________ . Introduction In: The Long Good Read, n. 5, 9 dez 2013d. Disponível em Acesso em: 3 jan 2015.

GOMES, Wilson. Jornalismo e interesse pú-blico In Jornalismo, Fatos e interesses: ensaios de teoria do jornalismo. Florianópolis: Insular, 2009.

CABRERA, Ana. Missão Paz em Timor: per-curso de um pseudo-acontecimento. In: Tra-quina, Nelson et al. O jornalismo português em análise de casos. Lisboa, Caminho, 2001. p 195-260.

CANAVILHAS, João. Do gatekeeping ao gate-watcher: o papel das redes sociais no ecossiste-ma mediático. Disponível . Acesso em: 20 jan 2012.

MOREIRA, Fabiane Barbosa. Os valores-notícia no jornalismo impresso: análise das características substantivas das notícias nos jornais Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e O Globo. Porto Alegre, 2006. 157 f. Disser-tação (Mestrado do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação) – Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

NUNES, Ana Cicélia Bisso. A convergência midiática e editorial no jornalismo móvel: uma análise do The Daily. São Paulo, 2013. Dissertação (Mestrado do Programa de Pos-Graduação em Comunicação Social) – Pontifí-cia Universidade Católica (PUC) do Rio Gran-de do Sul. Disponível em Acesso em: 2 jan 2015.

NUNES, Letícia. ‘Guardian’ publica semaná-rio produzido com ajuda de algoritmos. Ob-servatório da Imprensa, 4 dez 2013, Ed 775. Disponível em: Acesso em: 22 dez 2014.

SCHOENACHER, Rodrigo. Mudança de formato de jornais: como o periódico The Guardian mudou tudo, exceto seus valores In: Anais do 5º Congresso Internacional de Pes-quisa em Design. Congresso Internacional de Pesquisa em Design, 2009, Bauru: PPG De-sign - FAAC, 2009.

SHOEMAKER, P. J. et al. Os leitores como gatekeepers das notícias on-line: Brasil, China e. Estados Unidos. In: Brazilian Journalism Rese-arch, V. 6, n. 1, 2010. Brasília: UNB, 2010.

SILVA, Fernando Firmino. Jornalismo Móvel Digital: uso das tecnologias móveis digitais e a reconfiguração das rotinas de produção da re-portagem de campo. Salvador: Edufba, 2014.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .