A curadoria de conhecimento em ambiências imersivas e os processos formativos de professores da educação básica com metodologias inovadoras

Eduardo Fofonca, Nuria Pons Vilardell Camas

Resumo


RESUMO

O artigo propõe-se a refletir como a prática da curadoria de conhecimento, em ambiências imersivas, pode repercutir nos processos de formação de professores, fundamentando a construção de conhecimento de forma mais ativa e, tendo como fundamentos a autonomia e elementos constitutivos de uma nova era das estéticas tecnológicas. Para tanto, o artigo explicita os caminhos utilizados numa disciplina de um programa Stricto Sensu em Educação e destaca como estes caminhos, que integram metodologias inovadoras para a sensibilização da importância de uma aprendizagem mais ativa, na formação de professores que atuam na Educação Básica. Tem-se como ponto basilar que somente há uma maior adoção ou apropriação de práticas metodológicas inovadoras, tais como aquelas que trazem as discussões e aplicabilidades didáticas de curadorias e pesquisa em ambiências virtuais, bem como a partir da vivência da docência de ambos os lados: observando o planejar do trabalho docente, como também estando do lado de quem tem autonomia para trazer as discussões aportes teóricos e metodológicos, oportunizando aos docentes em formação construtos do conhecimento pedagógico de forma mais ativa.

 

Palavras-chave: Curadoria de Conhecimento; Formação Docente; Metodologias Inovadoras e Educação Básica.

ABSTRACT

The article proposes to reflect how the practice of knowledge curation, in immersive ambiances, can have repercussions on teacher training processes, grounding the construction of knowledge more actively and, based on the autonomy and constituent elements of new technological aesthetics. In order to do so, the article explains the paths used in a discipline of a Stricto Sensu program in Education and highlights how these paths, which integrate innovative methodologies to raise awareness of the importance of more active learning, in the training of teachers who work in Basic Education. It is a fundamental point that there is only a greater adoption or appropriation of innovative methodological practices, such as those that bring the discussions and didactic applications of curatorships and research into virtual environments, as well as from the experience of teaching on both sides: observing the planning of the teaching work, as well as being on the side of those who have the autonomy to bring the discussions theoretical and methodological contributions, giving the teachers in formation constructs of pedagogic knowledge in a more active way.

Keywords: Knowledge Curation; Teacher Training; Innovative Methodologies and Basic Education.

 

RESUMEN

El artículo se propone reflejar cómo la práctica de la curaduría de conocimiento, en ambientes inmersivos, puede repercutir en los procesos de formación de profesores, fundamentando la construcción de conocimiento de forma más activa y, teniendo como fundamentos la autonomía y elementos constitutivos de una nueva era de la estética tecnológica. Por lo tanto, el artículo explicita los caminos utilizados en una disciplina de un programa Stricto Sensu en Educación y destaca como estos caminos, que integran metodologías innovadoras para la sensibilización de la importancia de un aprendizaje más activo, en la formación de profesores que actúan en la Educación Básica. Se tiene como punto basilar que sólo hay una mayor adopción o apropiación de prácticas metodológicas innovadoras, tales como aquellas que traen las discusiones y aplicaciones didácticas de curadurías e investigación en ambientes virtuales, así como a partir de la vivencia de la docencia de ambos lados: en la que se observa el planeamiento del trabajo docente, así como del lado de quien tiene autonomía para traer las discusiones aportes teóricos y metodológicos, oportunizando a los docentes en formación constructos del conocimiento pedagógico de forma más activa.

Palabras clave: Curaduría de Conocimiento; Formación Docente; Metodologías Innovadoras y Educación Básica.

 



DOI: http://dx.doi.org/10.22169/revint.v14i31.1596

Referências


ANASTASIOU, L. G. C.; ALVES, L. P. (Org.). Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. 5. ed. Joinville, SC: UNIVILLE, 2005.

BHARGAVA, R. Manifest for the Content Curator: The next big social media job for the future? Disponível em http://www.rohitbhargava.com/2009/09/manifesto-for-the- 6 content-curator-the-next-big-social-media-job-of-the-future.html Acesso em: 10 de fev. 2019.

BHARGAVA, R. The five models of Content Curation: Disponível em http://www.rohitbhargava.com/2011/03/the-5-models-of-content-curation.html. Acesso em: 10 de fev. 2019.

BRITO, G. S. da; FOFONCA, E. Metodologias Pedagógicas Inovadoras e Educação Híbrida: para pensar a construção ativa de curadores de conhecimento. In. FOFONCA, E. et al. Metodologias Pedagógicas Inovadoras: contextos da Educação Básica e da Educação Superior. Curitiba: Editora IFPR, 2018. Disponível em: http://reitoria.ifpr.edu.br/wp-content/uploads/2018/08/E-book-Metodologias-Pedag%C3%B3gicas-Inovadoras-V.1_Editora-IFPR-2018.pdf Acesso em: 10 de fev. 2019.

CAMAS, N. P.; BRITO, G. S. da. Metodologias ativas: uma discussão acerca das possibilidades práticas na educação continuada de professores do ensino superior. Revista Diálogo Educacional. Curitiba, PUC-PR. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/1981- 416X.17.052.DS01. Acesso em: 13 de fev. 2019.

CORRÊA SAAD, El; BERTOCCHI D. O Algortimo Curador: o papel do comunicador num cenário de curadoria algorítmica de informação. XXI Encontro Anual da Compós, Universidade Federal de Juiz de Fora, 2012. Disponível em http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/2852/Elizabe th%20Saad%20Corr%C3%AAa.pdf?sequence=1. Acesso em: 15 de fev. 2019.

FOFONCA, E. FISCHER, M. A Curadoria de Conhecimento na EaD: desafios e novas perspectivas de pesquisa e metodologia on-line na formação de professores. In. Educação a Distância e Tecnologias Digitais. Curitiba: Editora Prismas, 2017.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GIDDENS, A. Modernidade e identidade (P. Dentzien, Trad.). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Intersaberes - ISSN 1809-7286

PREFIXO DOI: 10.22169