Reflexões sobre o papel do tutor na EAD

Alvaro Martins Fernandes Júnior, Jorge Luiz Bernardi

Resumo


RESUMO

Considerando o cenário da Educação a Distância no Brasil e sua importância enquanto possibilidade de democratização da educação superior, este texto tece reflexões a respeito do papel do tutor nos ambientes virtuais de aprendizagem, usuais em cursos oferecidos nesta modalidade. O texto inicia com algumas ponderações filosóficas que revelam a influência que o conhecimento (ou sua falta), exerce sobre a humanidade, considerando-se que é pela construção de conhecimento que se favorece a superação de desigualdades e melhor qualidade de vida. Nesse sentido, apresenta-se a modalidade a distância como possibilidade de autonomia e emancipação social, sendo necessário pensar a respeito do papel do tutor neste horizonte. Finalmente o texto conceitua ambiente virtual de aprendizagem, preconizando alguns princípios relevantes na aprendizagem de adultos.

 

Palavras-chave: Educação a distância e tutoria. Tecnologia e educação. Ambiente Virtual de aprendizagem.

 

ABSTRACT

Considering the scenario of Distance Education in Brazil and its importance as a possibility for the democratization of higher education, this text reflects on the role of the tutor in the virtual learning environments, usual in courses offered in this modality. The text begins with some philosophical considerations that reveal the influence that knowledge (or its lack), exerts on humanity, considering that it is by the construction of knowledge that favors the overcoming of inequalities and better quality of life. In this sense, the distance modality is presented as a possibility of autonomy and social emancipation, being necessary to think about the role of the tutor in this horizon. Finally, the text conceptualizes virtual learning environment, advocating some relevant principles in adult learning.

 

Key words: Distance education and tutoring. Technology and education. Virtual learning environment.

 

RESUMEN

Considerando el escenario de la Educación a Distancia en Brasil y su importancia como posibilidad de democratización de la educación superior, este texto teje reflexiones acerca del papel del tutor en los ambientes virtuales de aprendizaje, usuales en cursos ofrecidos en esta modalidad. El texto comienza con algunas ponderaciones filosóficas que revelan la influencia que el conocimiento (o su falta), ejerce sobre la humanidad, considerando que es por la construcción de conocimiento que se favorece la superación de desigualdades y mejor calidad de vida. En ese sentido, se presenta la modalidad a distancia como posibilidad de autonomía y emancipación social, siendo necesario pensar acerca del papel del tutor en este horizonte. Finalmente el texto conceptualiza ambiente virtual de aprendizaje, preconizando algunos principios relevantes en el aprendizaje de adultos.

 

Palabras clave: Educación a distancia y tutoría. Tecnología y educación. Entorno virtual de aprendizaje.

 



DOI: http://dx.doi.org/10.22169/revint.v14i31.1585

Referências


ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 29, n. 2, p. 327-340, jul./dez. 2003. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2015

ALMEIDA, Fernando José de; ALMEIDA, Siderly do Carmo Dahle de; FERNANDES JUNIOR, Alvaro Martins. Cultura digital na escola: um estudo a partir dos relatórios de Políticas Públicas no Brasil. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 18, n. 58, p.603-623, 28 set. 2018. Pontifícia Universidade Católica do Parana - PUCPR. http://dx.doi.org/10.7213/1981-416x.18.058.ds01.

APPLE, Michael W. Educação e poder. Trad. de Maria Cristina Monteiro. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

BACON, Francis, Viscount St. Albans. Novum organum ou verdadeiras indicações acerca da interpretação da natureza. Nova Atlântida. São Paulo: Nova Cultural, 1999.

BAUMAN, Zygmunt; BORDONI, Carlo. Estado de Crise. Rio de Janeiro: Zahar, 2016.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BUENO, Silveira. Dicionário da língua portuguesa. S. Paulo: FTD, 2000.

CAPRA, Fritjof. O Ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 2006.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

DE MASI, Domenico. O futuro chegou: modelos de vida para uma sociedade desorientada. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2014.

DUSSEL, Enrique. Ética da Libertação: na idade da globalização e da exclusão. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. 38ªed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GREEN, Duncan. Da pobreza ao poder: Como cidadãos ativos e estados efetivos podem mudar o mundo. São Paulo: Cortez. Oxford: Oxfam International, 2009.

HARARI, Yuval Noah. Homo Deus: Uma breve história do amanhã. São Paulo: Companhia das Letras, 2016

LEVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 4.ed. São Paulo: Loyola.2003.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo, Brasília: Cortez, UNESCO [versão eletrônica], 2000.

NÓVOA, Antônio (Coord.). Os professores e a sua formação. 2 ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

PALLOFF, Rena; PRATT, Keitth. Aluno Virtual: Guia para trabalhar com estudantes online. São Paulo: Penso, 2004. 216 p.

SANTOMÉ, Jurjo Torres. Currículo escolar e justiça social: o cavalo de Troia da educação. Porto Alegre: Penso, 2013. 334 p.

SACRISTÁN, José Gimeno; GÓMEZ, Ángel I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998. 396 p.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Intersaberes - ISSN 1809-7286

PREFIXO DOI: 10.22169