Percepções de estudantes de matemática sobre pesquisa

Zulma Elizabete de Freitas Madruga, Maria Elizabete Souza Couto

Resumo


RESUMO

Este artigo objetiva apresentar e analisar as percepções de estudantes de graduação em Matemática (Licenciatura e Bacharelado) em relação à pesquisa. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e que está em andamento. Os participantes são alunos de uma universidade pública do sul da Bahia, estes, responderam à pergunta “O que é pesquisa? ”, no início da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), quando se depararam pela primeira vez com a metodologia científica. Como método de análise dos dados, utilizou-se a Análise Textual Discursiva (ATD). Os resultados indicam que os alunos já apresentam percepções sobre o que é pesquisa, como se desenvolve, os elementos que constituem um projeto de pesquisa e a necessidade de estudos teóricos para aprofundar e avançar nos estudos. E parecem entender que por meio da pesquisa é possível captar e apreender uma nova compreensão sobre a realidade estudada. Por fim, os alunos do bacharelado e da licenciatura percebem a pesquisa como princípio formativo para ajudá-los a avançar nos seus conhecimentos.

Palavras-chave: Pesquisa. Trabalho de Conclusão de Curso. Percepção de estudantes.

ABSTRACT

The following paper aims to present and analyze the perceptions of undergraduate students in Mathematics (Major and Bachelor) when it comes to research. This is a qualitative and ongoing study. The participants are students of a public university in the south of Bahia, who answered the question "What is research?" At the beginning of the Undergraduate Thesis Program (TCC), when they first had contact with scientific methodology. As a method of data analysis, the authors used the Discursive Textual Analysis (DTA). The results indicate that students already have perceptions about what research is, how to develop it, the elements that constitute a research project and the need for theoretical studies to deepen and advance in the studies. Moreover, they seem to understand that through research it is possible to have a new point of view regarding the reality studied. Finally, undergraduate and graduate students perceive research as a formative principle to help them enlarge their knowledge.

Keywords: Research. Undergraduate Thesis. Perception of students.

RESUMEN

Este artículo objetiva presentar y analizar las percepciones de estudiantes de graduación en Matemáticas (Licenciatura y Bachillerato) en relación a la investigación. Se trata de una investigación de enfoque cualitativo y que está en marcha. Los participantes son alumnos de una universidad pública del sur de Bahia, éstos, respondieron la pregunta "¿Qué es investigación?", Al inicio de la disciplina Trabajo de Conclusión de Curso (TCC), cuando se encontraron por primera vez con la metodología científica. Como método de análisis de los datos, se utilizó el análisis textual discursivo (ATD). Los resultados indican que los alumnos ya presentan percepciones sobre lo que es investigación, como se desarrolla, los elementos que constituyen un proyecto de investigación y la necesidad de estudios teóricos para profundizar y avanzar en los estudios. Y parecen entender que por medio de la investigación es posible captar y aprehender una nueva comprensión sobre la realidad estudiada. Por fin, los alumnos del bachillerato y de la licenciatura perciben la investigación como principio formativo para ayudarles a avanzar en sus conocimientos.

Palabras clave: Investigación. Proyecto final de curso. Percepción de estudiantes.

 



DOI: http://dx.doi.org/10.22169/revint.v14i31.1463

Referências


ANDRÉ. M. E. D. A Avanços no conhecimento etnográfico na escola. In: FAZENDA, I. (Org.). A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento. Campinas, São Paulo: Papirus, 1995.

ANDRÉ, Marli (org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001.

BARROS, A. de J. P. de; LEHFELD, N. A. de S. Projeto de pesquisa: propostas metodológicas. 20. ed, Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

BELLO, S. E. L. Trabalhos de conclusão de curso nas licenciaturas: a possibilidade de uma experiência na constituição docente. In: Anais... ENDIPE, Porto Alegre, PUC/RS, 2009.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação Qualitativa em Educação. Porto, Portugal: Editora Porto, 1994.

BRASIL. Parecer CNE/CES 1.302/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Matemática, Bacharelado e Licenciatura, 2001.

_____. Resolução CNE/CP nº 2, de 1º de julho de 2015 - Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. MEC, 2015.

COUTO, M. E. S. A pesquisa educacional: a construção da professora como pesquisadora. In: MORORÓ, L. P.; COUTO, M. E. S; ASSIS, R. A. M. de. Notas teórico-metodológicas de pesquisas em educação: concepções e trajetórias. Ilhéus: Editus, 2017.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. 4ed. São Paulo: Autores Associados, 2000.

DINIZ-PEREIRA, J. E. Formação de professores. Pesquisas, representações e poder. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

ESTEBAN, M. T.; ZACCUR, E. A pesquisa como eixo de formação docente. In: ESTEBAN, M. T.; ZACCUR, E. Professora-pesquisadora: uma práxis em construção. Rio de Janeiro, DP&A, 2002.

LEITE, Y. U. F.; GHEDIN, E.; ALMEIDA, M. I. Formação de professores: caminhos e descaminhos da prática. Brasília: Líber livro, 2008.

LÜDKE, Menga. O professor e a pesquisa. Campinas: Papirus, 2001.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela Análise Textual Discursiva. Ciência & Educação. v. 9, n. 2, 2003, p. 191-211.

MORAES, M. C.; VALENTE, J. A. Como pesquisar em educação a partir da complexidade e da transdisciplinaridade? São Paulo: Paulus, 2008.

MORAES, M. C. Tecendo a rede, mas com que paradigma? In. MORAES, M. C. Educação a Distância: fundamentos e práticas. Campinas: Unicamp/Nied, 2002.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. 2ed. Ijuí: Editora Unijuí: 2013.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Intersaberes - ISSN 1809-7286

PREFIXO DOI: 10.22169