Linguagem, enunciação e gênero discursivo: aproximações entre Bakhtin e Leontiev e o ensino de língua portuguesa

Karyn Meyer, Francisco José Carvalho Mazzeu

Resumo


RESUMO

O presente trabalho procura discutir a questão dos gêneros discursivos no ensino de Língua Portuguesa dentro da perspectiva da Pedagogia Histórico-Crítica. Para isso foi realizada uma pesquisa de caráter teórico e bibliográfico, buscando estabelecer aproximações entre Bakhtin e Leontiev no que tange a concepção de linguagem e, partindo das proposições de Bakhtin acerca de gêneros discursivos. Com base nesses pressupostos levantados procura-se assinalar as contribuições do conceito de gênero para o ensino de Língua Portuguesa dentro da perspectiva teórica assinalada. Com isso se procura contribuir para superar abordagens ainda presentes na escola que reduzem o conceito de gênero ao tipo de texto e consideram que a principal função do ensino é colocar o aluno em contato com uma diversidade de gêneros para que perceba suas características formais e possa, com isso, transitar entre eles. Os resultados da pesquisa apontam para a necessidade de compreender o gênero como uma unidade entre a forma, o tema e a situação concreta de enunciação e considera que a sala de aula estabelece um contexto enunciativo novo, que altera por completo a estrutura de todos os gêneros que se inserem nesse contexto.

 

Palavras-chave: Gêneros discursivos. Ensino de Língua Portuguesa. Leitura e produção de textos.

 

 

 

ABSTRACT

The following paper focus on the discursive genre issues within Portuguese Language teaching under the Critical Historical Pedagogy perspective. Thus, the author did a theoretical and bibliographical review in order to establish common concepts between Bakhtin and Leontiev concerning the concept of language as well as Bakhtin’s proposals regarding discursive genres. Based on such presuppositions, the study emphasizes the contributions of the genre concept for Portuguese Language teaching under the mentioned theoretical perspective. Then, it tries to contribute for the overcoming of current approaches still present in schools, which narrows the genre concept to the type of text and consider the main role of teaching as to put students in touch with a variety of genres in order to recognize their formal characteristics and be able to use them. The results show there is the need to understand the genre as a unit among form, theme and the real enunciation situation. It considers that the classroom establishes a new enunciation context, which completely alters all genres structure within it.

 

Key words: Genres of speech. Portuguese language teaching. Reading and text production.

 

 

 

RESUMEN

Este trabajo busca discutir la cuestión de los géneros discursivos en la enseñanza del Portugués desde la perspectiva de la Pedagogía Histórica y Crítica. Para eso una investigación teórica y bibliográfica fue realizada, con el fin de establecer similitudes entre Bakhtin y Leontiev con respecto a la concepción de lenguaje y, a partir de las proposiciones de Bakhtin sobre los géneros discursivos. Partiendo de estas premisas planteadas, la intención es señalar las contribuciones del concepto de género a la enseñanza del Portugués desde la perspectiva teórica indicada. De este modo se busca contribuir a superar los enfoques todavía presentes en la escuela que reducen el concepto de género para el tipo de texto y consideran que la función principal de la enseñanza es poner al estudiante en contacto con una diversidad de géneros para darse cuenta de sus características formales y para que pueda, por lo tanto, moverse entre ellos. Los resultados de la investigación apuntan a la necesidad de comprender el género como una unidad entre la forma, el tema y la situación concreta de la enunciación y considera que el aula establece un nuevo contexto de enunciación, que cambia por completo la estructura de todos los géneros que se incluyen dentro de ese contexto.

 

Palabras clave: Géneros. Enseñanza del Portugués. Lectura y producción de textos.


Referências


BAKHTIN, M. Marxismo e Filosofia da Linguagem: problemas fundamentais do método sociológico da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2009.

____. Os gêneros do discurso. IN: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

____. O Freudismo: um esboço crítico. São Paulo: Perspectiva, 2014.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: língua portuguesa. Brasília: Secretaria de Educação Fundamental, 1997.

DUARTE, N. O debate contemporâneo das teorias pedagógicas. IN: ____; MATINS, L. M. (ORG). Formação de professores: limites contemporâneos e alternativas necessárias. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 18ªed. Campinas-SP: Autores Associados, 2009.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Intersaberes - ISSN 1809-7286