A filosofia da religião em Dostoiévski: O cristianismo e os irmãos Karamázov

Mateus José Atalaia, Fabio Lustosa Ferreira

Resumo


RESUMO

Fiódor Dostoiévski tem como uma de suas principais obras “Os Irmãos Karamázov” e é através dela que estudiosos têm compreensão da visão do autor russo e de sua relação com relação ao cristianismo, Deus, a sociedade marginalizada pelo livre-arbítrio e o peso da existência. Ele exibe toda essa complexidade em um poema escrito por Ivan e narrado para o seu irmão Aliêksei chamado O Grande Inquisidor, que em muito se reflete nos próprios personagens da trama e suas dores particulares. Através deste artigo é mostrada uma pesquisa na obra e nas falas de estudiosos encontradas em entrevistas. A pesquisa torna claro como Dostoiévski explica a razão para o sofrimento e como isso poderia se tornar positivo, através de uma visão religiosa cristã. Para Dostoiévski, a dor era uma forma do ser humano encontrar a sabedoria para se tornar uma pessoa melhor, sendo o apego às boas lembranças e ao amor cristão uma maneira de diminuir o sofrimento.

Palavras-chave: Dostoiévski, cristianismo, sofrimento.

ABSTRACT

One of Fyodor Dostoevsky’s main books is “The Brothers Karamazov” and various scholars have tried to use it to understand his point of view regarding Christianity, God, the free-will marginalized society and the burden of existence. He displays all the complexity of such topics in a poem written by Ivan directed to Ivan’s brother Alieksei called “The Great Inquisitor”, which represents the characters themselves and their personal sorrows. The following paper shows a study based on the book as well as some scholars opinions present in several interviews. The study makes clear how Dostoevsky explains the reason for sorrow and how it can become something positive under a Christian religion point of view. For Dostoevsky, sorrow was a way that human beings find the wisdom to become a better person where the attachment to good memories and Christian love are a way to soften sorrow.

Keywords: Dostoevsky, Christianity, sorrow.

Texto completo:

PDF

Referências


BARONE, V. L. "Os Irmãos Karamazov" - Fiódor Dostoiévski. Escrivinhamento, Campo Grande, jan. 2014. Disponível em: < http://escrevinhamentos.blogspot.com.br/2014/01/os-irmaos-karamazov-fiodor-dostoievski.html> . Acesso em: 26 de nov. 2017.

BATISTA, Érika. Especialista responde a perguntas sobre Fiódor Dostoiévski. Rússia Beyond, Moscou, 11 de nov. 2013. Disponível em:< http://gazetarussa.com.br/arte/2013/11/11/especialista_responde_a_perguntas_sobre_fiodor_dostoievski_22731>. Acesso em: 26 de jul. 2016.

DOSTOIÉVSKI, Fiódor. Os Irmãos Karamázov. São Paulo: Martin Claret, 2013.

DOSTOIÉVSKI, Fiódor. Os Irmãos Karamázov. Rio de Janeiro: editora 34, 2017.

JUNGES, Márcia. A presença de Deus nas obras de Dostoiévski. Entrevista especial com Elena Vássina. Instituto Humanitas Unisinos, 28 de fev. 2016. Disponível em:< http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/550651-a-presenca-de-deus-nas-obras-de-dostoievski-entrevista-especial-com-elena-vassina>. Acesso em: 05/08/2016.

LEONARDO, L. O Grande Inquisidor. Ensaios e Notas, maio de 2016. Disponível em:< https://ensaiosenotas.com/2016/05/10/o-grande-inquisidor/#_ftnref17>. Acesso em: 26 de nov. 2017.

PEREIRA, M. F. Os Irmãos Karamázov: Um Compromisso Entre a Razão e o Sentimento Cristão na Crítica ao Ocidente. Revista Garrafa, Rio de Janeiro, v. 24, n. 1, maio/agosto 2014.




Direitos autorais 2019 Caderno Intersaberes